Moçambique vai transformar Porto de Maputo em zona franca para cruzeiros

11/09/2018 08:06 - Modificado em 11/09/2018 08:06

O Governo moçambicano vai transformar a parte velha do Porto de Maputo em zona franca para o turismo de cruzeiro, apetrechando a infraestrutura com equipamentos apropriados a esse fim, anunciou o executivo.

ministro da Cultura e Turismo de Moçambique, Silva Dunduro, citado hoje pelo diário Notícias, afirmou que o projeto inclui a implantação de empreendimentos culturais para turistas, nomeadamente uma galeria de arte e um clube que vai acolher sessões de jazz e outro tipo de expressões culturais.

“Queremos trazer um turismo mais organizado, um turismo apostado em resultados, como em qualquer outra parte do mundo”, declarou Silva Dunduro.

No âmbito da dinamização da atividade turística, as autoridades moçambicanas vão requalificar as praias da Barra e do Tofo, na província de Inhambane, sul do país.

A iniciativa vai passar pelo bloqueio das construções desordenadas que estão a ter lugar nas duas instâncias, afirmou o ministro da Cultura e Turismo de Moçambique.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.