Cabo-verdiano que violou menina no Seixal fica em prisão preventiva

5/09/2018 23:14 - Modificado em 5/09/2018 23:14

Virgílio Mendonça, suspeito do rapto de uma criança de sete anos, num parque infantil no Seixal, distrito de Setúbal, ficou esta quarta-feira em prisão preventiva. O homem, de 39 anos, é suspeito dos crimes de rapto e abuso sexual de menores. O suspeito foi entregue à Polícia Judiciária ao final da manhã desta terça-feira, depois de ter sido identificado por um ex-bombeiro que o reconheceu. Levado para as instalações da Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo, o predador sexual reconheceu que abusou da menina de sete anos, no último sábado. Não deu qualquer explicação para o facto: estava alcoolizado, não sabia o que fazia.

O CM informa  que a PJ entendeu que não era necessário avançar com a reconstituição do crime, dada a prova abundante. A menina reconhece o suspeito e os primos também identificaram o agressor. Estão igualmente a ser feitos exames médicos para demonstrar que foi Virgílio Mendonça quem atacou a menina

Fonte :  Correio da manhã

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.