São Vicente : população confiante mas exige cumprimento das promessas feitas

4/09/2018 22:50 - Modificado em 4/09/2018 22:50

Um dos problemas apontados á ilha de São Vicente tem sido o desemprego. Um problema  que preocupa tanto os cidadãos como os governantes. Investimentos anunciados vêm com o selo de criação de postos de trabalho. Este problema já há muito que preocupa e os pedidos têm sido no sentido  de reverter a situação para que os jovens, principalmente,  possam  encontrar um trabalho e uma forma digna de sustento.

Na última semana, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, na sua visita a São Vicente sublinhou uma certa confiança na ilha, isto derivado dos investimentos e programas anunciados para São Vicente. Uma perspectiva de criação de postos de trabalho, que continua a ser uma das preocupações. Não somente deste líder político como do executivo camarário que tem demonstrado esta confiança.

Confiança esta confirmada por alguns munícipes, sendo que a preocupação com o estado da ilha ainda continua a perdurar. A falta de emprego, poucas oportunidades para os jovens, continuam a encimar a lista. “São Vicente tem melhorado em vários aspectos, principalmente na apresentação da ilha. E podemos ver que muitas coisas têm sido feitas para São Vicente, agora é esperar que os resultados comecem a surgir”, como avança Leila Silva. Os resultados já são os esperados para esta cidadã: emprego para os jovens.

“Aos poucos a ilha está melhorando, e esperamos que o que o governo tem prometido para São Vicente possa  trazer os benefícios que as pessoas estão a espera”, como defende  João Barros. E o esperado deste cidadão coincide com o de outros munícipes. “Precisamos de trabalho em São Vicente e de mais oportunidades”, adianta Alexandre Monteiro, e que “se cumprirem o que prometeram para São Vicente as coisas podem melhorar bastante”.

E neste aspecto o pensamento é a necessidade de agilizar os processos e não ficar somente pelas promessas. “Tem sido feito vários anúncios para a ilha, mas as coisas tem que começar depressa para ajudar as pessoas que tem mais dificuldades”. E neste aspecto outras vozes continuam preocupadas com o estado da ilha, na perspectiva de que ainda precisa de mudanças para que possa alcançar todo o seu potencial.

  1. Judas

    Os trabalhos na Baia das Gatas e a Estrada para essa linda Baia, prometidos para logo depois do Festival, nunca mais se ouviu falar, decorridos quase um Mes. A isto se chama chuchadeira com este Povo grandioso, mas que crê em tudo que se lhes diga. Coitado de nós. Gusto Neves, onde estão os 150.000.000$00.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.