Syrah Resources quer angariar milhões para extrair grafite em Moçambique

4/09/2018 11:50 - Modificado em 4/09/2018 11:50
| Comentários fechados em Syrah Resources quer angariar milhões para extrair grafite em Moçambique

A empresa mineira australiana Syrah Resources anunciou hoje uma operação financeira, através da oferta de subscrição de novas ações, para angariar 68 milhões de dólares norte-americanos e desenvolver a extração de grafite em Moçambique.

“Os recursos da operação serão usados para completar o desenvolvimento inicial da operação de grafite de Balama”, no norte de Moçambique, “e financiar a operação até que se obtenham fluxos de caixa positivos”, refere a empresa em comunicado.

O dinheiro servirá também para suportar os custos gerais da empresa e uma fábrica nos Estados Unidos da América que vai transformar a grafite em material que será vendido a fabricantes de baterias.

A Syrah diz ter feito “progressos significativos” na fase inicial de desenvolvimento das minas de Balama, prestes a atingirem as metas delineadas graças a sucessivos aumentos do volume de produção.

“O desempenho da taxa de produção (exit run rate) de agosto é de 19kt (quilotoneladas) de produção de grafite por mês”, anunciou.

A firma prevê que “a produção comercial seja declarada durante o quarto trimestre” e que, até final do ano, o projeto Balama tenha um fluxo de caixa operacional positivo.

A Syrah é uma das empresas internacionais que está a explorar grafite no norte de Moçambique.

A procura por grafite está em alta a nível mundial por ser um componente usado em baterias, numa altura em que o mercado de automóveis movidos a eletricidade e outros produtos elétricos – como as aeronaves autónomas (drones) está em expansão.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.