Paulo Veiga reúne-se com autarca de Santa Cruz com foco no desenvolvimento sócio-económico

17/08/2018 11:57 - Modificado em 17/08/2018 11:57
| Comentários fechados em Paulo Veiga reúne-se com autarca de Santa Cruz com foco no desenvolvimento sócio-económico

O Secretário de Estado Adjunto para a Economia Marítima, Paulo Veiga, reuniu-se, hoje, com o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Alberto Silva, para, entre outros propósitos, abordarem várias questões relacionadas ao desenvolvimento socioeconómico daquele município do interior de Santiago

 

Em cima da mesa estiveram vários assuntos ligados à formação técnico-profissional para as áreas da pesca e melhoria do porto de escoamento dos produtos, tendo em vista criar as condições de operação de desembarque do pescado. Tudo isto, visando alavancar a economia do município de Santa Cruz e torna-la cada vez mais dinâmica e mais competitiva, com benefícios próprios para a população local.

 

Durante o encontro, Paulo Veiga e Carlos Alberto Silva, analisaram, também, a necessidade de se conceber e montar um sistema de gestão do cais de pesca, numa perspetiva de se assegurar uma melhor organização, a nível das operações de desembarque, bem como a obtenção de um mínimo de rendimento, visando a sua sustentabilidade.

 

Isto, porque, como é sobejamente conhecido, a pesca é um dos setores com maior peso na economia local, daí a necessidade de reforçar a capacidade dos profissionais e aos aspirantes a profissionais do mar, sendo a instalação de uma Escola de Formação vocacionada para os assuntos do mar, neste município, é uma das maiores ambições do autarca de Santa Cruz, que o Secretário de Estado para Economia Marítima acolheu com bastante agrado para, em parceria, procurar-se soluções no sentido poder transformar todo o potencial do município em crescimento económico, obter o rendimento e garantir o desenvolvimento.

 

Carlos Alberto Silva apresentou ainda a Paulo Veiga um projeto integrado de pesca, um programa que pretende incluir vários componentes do setor, entre os quais estão o aumento da frota pesqueira, a introdução de DCPs e outros dispositivos de concentração de pescado, além de equipamentos de apoio à navegação e segurança marítima e ainda a conservação, processamento e comercialização dos produtos e reabilitação e otimização do funcionamento dos CTS de Pedra Badejo e Achada Ponta.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.