PM desmente MI : existem estudos estratégicos e técnicos que suportam as opções da ZEMSV

16/08/2018 01:05 - Modificado em 16/08/2018 01:05
| Comentários fechados em PM desmente MI : existem estudos estratégicos e técnicos que suportam as opções da ZEMSV

Num post , na sua página oficial do Facebook , o primeiro –ministro , desmente as informações do deputado do PAICV , Manuel Inocêncio, que considerou que  o porto de águas profundas em S. Nicolau é uma baboseira e a ZEMESV uma miragem   afirmando que “A Zona Especial da Economia Marítima (ZEEM) é um conceito que integra um conjunto de atividades numa determinada área geográfica, com ordenamento do território, infraestruturas, incentivos e investimentos para a prestação de serviços internacionais no transhipment, reparação e construção naval, pescas, turismo, conhecimento e investigação aplicada, de entre outras valências relacionadas com o mar.

S. Vicente é a ilha que vai sediar a ZEEM. Saragaça é a localidade que, de acordo com os estudos técnicos, vai albergar a logística de terminal de contentores, reparação e construção naval e restantes estruturas de apoio e suporte à indústria da economia marítima” E garante que já foram feitos estudos “existem estudos estratégicos e técnicos que suportam as opções; estudos esses que demoraram mais de um ano a serem feitos e que contam com a colaboração e assistência do Governo Chinês.”

Em relação ao porto de águas profundas  em S.Nicolau e que o deputado do PAICV   considerou ser uma baboseira , o PM esclarece “O facto de S. Vicente sediar a ZEEM, não significa que em outras ilhas não se invista em portos, pescas ou turismo ligado ao mar. Por consequência, o facto de se prever um porto de águas profundas em S. Vicente, não significa que em S. Nicolau não se preveja um porto de águas profundas vocacionado para suporte a atividades de bunkering e refinaria. São portos com especialização e vocação diferentes

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.