Ribeira Alta: Homicida confesso de matar Melanie Santos fica em prisão preventiva

14/08/2018 16:00 - Modificado em 14/08/2018 16:00
| Comentários fechados em Ribeira Alta: Homicida confesso de matar Melanie Santos fica em prisão preventiva

O Tribunal da Comarca de Ponta do Sol, decretou a prisão preventiva para Ramiro Santos Rocha, mais conhecido por Gadata, suspeito de matar à facada a  ex-companheira Melanie Santos, de 19 anos, no passado domingo dia 12, em Ribeira Alta na Ribeira Grande.

Após ter sido presente ao Tribunal de Ponta do Sol, na Ribeira Grande, na tarde de segunda-feira 13, para o primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coacção, Ramiro Santos, que confessou a autoria do crime que pôs fim à vida de Melanie Santos no passado domingo, vai aguardar o julgamento em prisão preventiva, na cadeia de Ponta do Sol. Confirma-se que se trata de um caso passional. Na origem deste crime esteve o ciúme pois o confesso homicida não aceitou o fim do relacionamento com Melanie Santos e que após uma festa desferiu vários golpes de faca que causariam a morte da jovem.

Neste momento, como pôde apurar este Online, as autoridades trabalham na hipótese de se tratar de um caso de abuso sexual de menor que vinha a decorrendo há vários anos, pois Melanie iniciou a relação com Ramiro Santos, de 34 anos de idade, entre os 12 e 13 anos de idade e aos 14 anos de idade viria a engravidar e ter um filho agora com quatro anos de idade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.