Campeonato Nacional Feminino: CS Mindelense falha conquista do título mas vence Taça Fair-Play e prémio de melhor guarda-redes

13/08/2018 04:42 - Modificado em 13/08/2018 04:42

O CS Mindelense perdeu na tarde de sábado, 11, frente ao Llana Clube do Sal a oportunidade de conquistar, pela primeira vez na sua história, o título de campeão de Cabo Verde em futebol feminino, isto após perder nas grandes penalidades por 5-4, depois de um empate a zeros durante os noventa minutos regulamentares e o prolongamento.

Depois de uma caminhada esplêndida até à grande final do CN Feminino 2018, o Mindelense viu cair por terra o sonho de vencer pela primeira vez a prova, pois na marca dos onze metros, a sorte esteve do lado da equipa salense que não desperdiçou nenhuma das marcações e carimbou o primeiro título da equipa da prova rainha de clubes em Cabo Verde. Apesar deste desaire, para além da Taça e medalhas relativas à segunda posição alcançada na prova, as comandadas por «Gusto» conseguiram vencer a Taça Fair-Play, ou seja, da equipa que menos sanções disciplinares sofreu na competição e também Dilvania (Vandy) guarda-redes da equipa encarnada foi condecorada como a melhor da competição. A equipa também recebeu um cheque no valor de 15.000$00 (quinze mil escudos) atribuído pela FCF.

De realçar que a comitiva encarnada viaja da Boavista na manhã desta segunda-feira, 13, com destino a São Vicente, depois de disputar a fase final da sétima edição do CN, onde procurava o primeiro título da sua história, a par da equipa salense. Esta também foi a primeira vez que uma equipa que não é da Ilha de Santiago vence o Campeonato Nacional em Feminino, uma vez que em seis edições, o Sevens Stars venceu por quatro vezes e a EPIF, por duas ocasiões.

 

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.