Sandra Vasconcelos substituiu Alcides Gonçalves na direcção temporária do HBS

22/11/2012 00:08 - Modificado em 21/11/2012 23:45

O processo da nomeação do novo director do Hospital Baptista de Sousa continua a ser um imbróglio para a ministra da Saúde, Cristina Fontes. Com o passar dos meses, o Ministério da Saúde continua sem concluir o processo de designação que agora ganha um novo contorno. O médico, Alcides Gonçalves que substitui Jorge Tienne de forma provisória viu a ministra da Saúde destituí-lo do cargo e cedê-lo a Sandra Vasconcelos, especialista do Laboratório do HBS.

 

O caso da nomeação da nova direcção e do conselho de administração do Hospital Baptista de Sousa apresenta um novo capítulo: Sandra Vasconcelos, especialista em análises clínicas foi indigitada provisoriamente pela ministra da Saúde, Cristina Fontes como a nova directora do Hospital Baptista de Sousa.

Com esta decisão da ministra da Saúde, Alcides Gonçalves, director clínico do HBS cede o cargo cumulado de forma provisória, aquando da saída de Jorge Tienne a Sandra Vasconcelos. Há alguns meses que esta especialista em análises clínicas faz parte do quadro técnico do Hospital Baptista de Sousa e a partir de segunda-feira, 26, vai assumir a sua nova função.

Recorde-se que o ex-director do HBS, Jorge Tienne cessou a comissão de serviço e para o cargo a ministra Cristina Fontes indigitou Vanda St´ Aubyn. Porém, a nomeação não foi bem acolhida pela classe médica e pelo pessoal auxiliar de serviço dessa unidade hospitalar. O nome apresentado por Cristina Fontes contou com a forte oposição da maioria dos profissionais da saúde daquela estrutura hospitalar.

 

Zelo

Deste modo com a saída do ex-director, Alcides Gonçalves passou a desempenhar de forma provisória o cargo de director. O director clínico do HBS é tido no seio dessa unidade hospital como pessoa exemplar no desempenho das suas funções e foi considerado como o exímio sucessor de Tienne devido à forma como zela pelo bom funcionamento do hospital. Mas agora o caso ganha novo revés e por ordem da ministra Cristina Fontes, o HBS passa a ser tutelado por Sandra Vasconcelos.

Resta agora saber se o nome da nova directora provisória irá cair no agrado da classe médica e pessoal auxiliar de serviço dessa unidade hospitalar, uma vez que uma nova oposição causaria um “braço de ferro” entre o pessoal do HBS e Cristina Fontes e um arrastar por mais tempo do processo de nomeação definitiva da nova direcção.

  1. Despeitada Loira

    Vanda St Aubyn partilhou uma ligação.
    há 14 horas
    E agora o que é que a sociedade me diz?
    Esta senhora que formação tem em gestão global ou gestão Hospitalar, ou então que experiência tem na area de saúde ? que eu saiba ela não percebe nada de gestão e está no HBS a pouco mais de 6 m
    eses… Estou a espera das reacções que em tempos surgiram no anonimato, principalmente da classe médica Saovincentina, que queriam me intimidar mas pelos vistos só conseguiram intimidar a tutela.. porque ninguém que fumentou o abaixo assinado foi contemplado nesta escolha… Direito que a classe médica exigiu à tutela uma personalidade com requisitos especiais… Penso que é chegada a Hora da sociedade exigir CONCURSO PUBLICO para o HBS, chega de CLIENTISMO e de PARTIDARIZAÇÃO da função publica… Que direito teve a classe médica de exigir uma gestão à sua “maneira”, se o salario que recebem vem dos nossos impostos e das taxas que pagamos para termos um atendimento medíocre no HBS… SOCIEDADE MINDELENSE PENSO QUE É CHEGADA A HORA DE EXIGIRMOS CONCURSO PARA ACESSO A CARGOS PÚBLICOS… Porque razão é que eu e outros não podemos ter acesso a um concurso para integrar a equipa de gestão do hospital, e uma especialista em analises clinicas vai gerir o HBS? Porquê? fazer análise clinica é mesma coisa que fazer analise e gestão financeira… sem falar na parte de LIDERANÇA… que é a unica coisa que o HBS precisa? porque razão gente soncent? será para pagar mais dividendos políticos? Porque agora sim … Se a minha escolha poderia ter sido feita por confiança politica, mas esta só pode ser para pagar dividendos políticos… CHEGA DE PAGAR DIVIDENDOS E CONFIANÇA POLITICA NA ADM. PUBLICA ……… Estou a espera de reacções da sociedade… OU SÓ SABEMOS FAZER BARULHO EM ALTURA DE CAMPANHA PARA INTIMIDAR OS POLITICOS???? A mim nunca ninguém intimidou

  2. Impaciente

    Esta nomeação não caiu no agrado dos médicos do HBS pelo simples facto de que a Dra. Sandra VASCONCELOS tem apenas uns mesitos a trabalhar no HBS, e já subiu logo para o topo.
    A nossa preocupação não é com o fato de ela ter ou não capacidade e experiência para o cargo (pois isso o tempo dirá), mas com o simples facto de que para que ela assumisse este cargo, a Sra. Ministra teve que proceder a sua promoção (apenas uns meses no HBS e já foi promovida), quando existem muitos médicos na mesma instituição à espera da merecida promoção há anos. Que injustiça Sra. Ministra…
    Assim fica a questão: como motivar a classe médica a trabalhar se, para além do misero salário que recebemos, o mérito é atribuido em função das simpatias, razões políticas, ou brazões familiares? Peço a este jornal que investige a fundo este caso e que traga a verdade a tona. Chega de promover o amiguismo neste país.

  3. Santos

    Classe médica é k tita manda na HBS… sim sr… és ta mas forte k MPD e UCID juntode… Cuitode de Dr. Alcides Gonçalves!!!!… bem fete.. quem mandob guenta ponta sem ser nomeado… bo tava da retirada bo tava txas kes médico po ses gente!

  4. Mindelense

    A actual directora e especialista em patologia…e com experiencia de trabalho…dor de cotuvelo nao, please…..

  5. Nuno Ventura

    Não sei dos dotes de gestão da actual nomeada, mas ser melhor gestora que a Vanda Loira não é difícil..

    Esta preterida devia ter o bom senso de ficar calada.

  6. Correcto

    Oh Mindelense ganha juízo se faz favor, ninguém colocou a capacidade da medica Sandra em duvida, mas sim a falta de equidade e a injustiça desta decisão.

  7. TEOBALDO

    Sinceramente!
    quando li o comentário assinado pela Vanda Loira nem queria acreditar …. tão mal escrito,erros grosseiros de Português–“fumentar”? o que é isso Vanda! Se fores tão boa gestora como as tuas ideias desalinhavadas deixam entender, acho que o corpo clínico do hospital Baptista de Sousa merecem um prémio por terem conseguido barrar a tua nomeação…
    Raio de Pais é este com técnicos mal preparados que nem expressar sabem quanto mais para gerir alguma coisa.Estamos Fodi….

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.