Idoso condenado a cinco anos e seis meses de prisão

22/11/2012 00:06 - Modificado em 21/11/2012 23:40

Um homem de 69 anos foi condenado pelo crime de homicídio na forma tentada, depois de agredir um indivíduo com uma navalha. O caso aconteceu na ilha de Santo Antão e de acordo com o veredicto do juiz, o idoso vai passar 5 anos e seis meses na prisão e terá que pagar uma indemnização à vítima no valor de 92 mil escudos.Segundo os factos, o arguido estava a ser agredido pela vítima e usou a arma para afastar o agressor.

 

 

O caso que envolveu um idoso de 69 anos aconteceu no dia 31 de Março, na localidade de Tarrafal, na cidade da Ribeira Grande. A vítima e o arguido envolveram-se numa discussão devido a um alegado roubo de chapas metálicas na propriedade do idoso.

 

A discussão veio a resultar numa luta corpo a corpo, em que a vítima encostou o homem de 69 anos contra uma parede para o agredir. E durante essa agressão, o idoso sacou de uma navalha e espetou-lhe debaixo do braço esquerdo, na região das costelas, por três vezes.

 

Perante os factos da acusação, o juiz defendeu que o arguido ao estar com essa arma premeditou o crime e que as lesões causadas à vítima preenchiam o caso de crime de homicídio na forma tentada. Por isso, aplicou ao acusado uma pena efectiva de 5 anos e seis meses e o pagamento de uma indemnização no valor de 92 mil escudos.

 

De realçar que a defesa do idoso não concordou com a sentença e declarou que vai interpor um recurso de contestação junto do Supremo Tribunal de Justiça. Para o advogado, as circunstâncias em que ocorreu o caso, permitiriam desclassificar o crime de homicídio na forma tentada para ofensas corporais.

  1. Baldoque

    Sr. Juiz!! Eu não o conheço mas deduzo que seja um juiz de mer…
    Então em Santo Antão todos andam a premeditar crimes seu juiz anormal. É porque praticamente todos os “idosos” andam com as suas facas para as lides do dia-a-dia.
    O Juiz queria era que o agressor, na altura matasse o “idoso”. Só posso deduzir isso.
    Será que o agressor que na altura agarrou e tentou espancar o “idoso” está preso???
    Palhaçada este do Juiz.
    Já agora quem é o Juiz?

  2. Tony

    Como é k é possivel um juizo tomar tal decisão? sinceramente!!!!!!

  3. Garça

    Este Idoso é do val de garça que é o Sr Virgil irmão do Sr Avelino mais este juiz é de Togo ou Gana (Mandjack) não compreende a realidade dos Santontonenses.
    Aja paciência

  4. Ana

    Sou contra todo e qualquer tipo de agressão, seja ela física, verbal, ou psicológica- Mas me parece que esse Juiz q condedou o idoso desa forma perante a situação, está louco…

  5. Bardamerda do Juiz

    Que palhaçada é este?
    Este Juiz deveria ser pastor de gadossssssssssssss, ele não tem competência para nada.
    Normalmente existe muitos Juízos de cabulas. este carvalho estudou a onde? de que tipo de direito ele fez. sinceramente, ele deverias e pescador de cachuchas.

  6. Fiat lux

    Realmente como a história está contada fica-se com muito má impressão do trabalho do Juíz, pois é sabido que o hábito de andar com uma navalha é caracteristico de camponeses de várias ilhas com destaque para Santo Antão e Santiago. Mesmo assim não dá para crucificar o Juíz, pois é preciso ler a sentença e, só depois, ajuizar, para não estarmos por aqui a ser também maus juizes.

  7. Ze Araujo

    Esta sentenca apenas serve pra realcar o pq da criminalidade e delinquencia em Cabo Verde. E triste como os tribunais e os juizes (de meia tigela), agem a favor dos ciminosos e delinquentes. O idoso apenas tentou se defender, pelos vistos de um ladrao.Deus me perdoe, mas acredito que teria sido bem melhor se ele tivesse mandado o marginal para o outro mundo.Guentis di CV, nhos korda, nhos kumeca ta fazi justica pa nhos mon.Criminosos, delinquentis, marginais, ka nu dexas bai porta di tribunal,

  8. bodona

    Sera que esse… (não posso nem citar o nome para falar desse ingenuo individuo, porque é de tamanha responsabilidade tanto para quem desenpenha tal papel quer para quem ousa dize-lo) está a ler esses comentarios? Sou de tao longe da ilha de S. A., mas sou tao cabo-verdiano como todos os santantonenses, e conhecedor das normas e capaz de reconhecer e distinguir o bem do mal. Todas as pessoas que fizeram comentarios à decisao do juiz têm uma posicao contraria precisa/ porque o juiz nao foi justo.

  9. No meu ponto de vista, a vítima não tem boas aceitação na sociedade, com muitas passagem pela Policia, tribunal não sei, mas penso que devia apanhar qualquer coisa e que o arguido devia ter uma pana mais leve.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.