Crianças com 9 e 11 anos são as mais novas de sempre a receber eutanásia

9/08/2018 08:04 - Modificado em 9/08/2018 08:04
| Comentários fechados em Crianças com 9 e 11 anos são as mais novas de sempre a receber eutanásia

Bélgica permite eutanásia a crianças em que a situação médica é de “constante e insuportável sofrimento que não pode ser aliviado e que causará a morte num curto prazo”.

Duas crianças, com 11 e nove anos de idade, tornaram-se as mais novas de sempre a ser eutanasiadas, dá conta o The Independent.

As duas crianças, que sofriam de doenças terminais, receberam a injeção letal na Bélgica, em 2016 e 2017, mas só agora os seus casos foram revelados.

A criança de nove anos, que sofria de um tumor cerebral, e a de 11, que sofria de fibrose cística, uma doença genética que afeta, principalmente, os pulmões, o pâncreas, o fígado, os rins ou o intestino, tornaram-se nas primeiras crianças com menos de 12 anos a receber a eutanásia em qualquer local do mundo em que esta prática é legal.

Considerado um dos países mais liberais no que diz respeito à eutanásia, na Bélgica a prática pode ser aplicada a crianças com um “sofrimento insuportável” que queiram pôr fim à sua vida.

Para tal, os médicos devem garantir que a criança “está numa situação médica de constante e insuportável sofrimento que não pode ser aliviado e que causará a morte num curto prazo”.

O desejo da criança deverá estar expresso por escrito, antes de ser examinado por um psiquiatra que assegura que a criança tem inteligência suficiente para tomar tal decisão, sem ser influenciada por uma terceira pessoa. Os pais podem anular o desejo da criança a qualquer momento.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.