Polícia Federal brasileira quer extradição do presumível dono do veleiro onde estava a cocaína apreendidas no Mindelo

8/08/2018 07:13 - Modificado em 8/08/2018 07:13
| Comentários fechados em Polícia Federal brasileira quer extradição do presumível dono do veleiro onde estava a cocaína apreendidas no Mindelo

Completa um ano a segunda maior apreensão de droga em Cabo Verde onde, durante dois dias de investigação, foram descobertos 1.157 quilogramas de cocaína no iate que saiu do Brasil e chegou a São Vicente na segunda-feira, 21 de Agosto de 2017 e tinha como destino a Europa.

De acordo com a imprensa brasileira, a Polícia Federal que havia expedido o mandado de prisão dos dois ingleses detidos pela Interpol na Europa, está a pedir a extradição de Fox e Delbos a fim de os interrogar e extrair mais informações sobre este caso que ainda mexe com o sistema judicial nacional.

O site historiasdomar, alega a existência de um documento de compra do veleiro Rich Harvest, emitido na Inglaterra e que comprova que o inglês George Saul, preso na última sexta-feira na Itália, é um dos donos do veleiro Rich Harvest, pelo que os três velejadores brasileiros e um francês estão acusados de tráfico internacional de drogas.

O documento foi usado por Fox para entrar no Brasil com o barco, há dois anos. Segundo a Polícia Federal brasileira citada pela mesma fonte, o barco, a pedido de Fox e do seu sócio, o também inglês Robert Delbos, que igualmente veio com ele para o Brasil e já está preso na Europa, foi reformado para esconder a droga e recebeu o carregamento de cocaína bem antes dos brasileiros terem sido contratados para transportarem o veleiro até à Ilha da Madeira, em Portugal.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.