Prisão preventiva para falsificador

3/08/2018 07:16 - Modificado em 3/08/2018 07:16
| Comentários fechados em Prisão preventiva para falsificador

A detenção aconteceu na cidade da Praia em cumprimento de um mandato do Ministério Público, na terça-feira, 31 de Julho.

Em causa, conforme a Polícia Judiciária adiantou num comunicado, está a suspeita de vários crimes de falsificação de documentos, designadamente, certidões de nascimento, Bilhetes de Identidade, passaportes e extractos bancários, seis crimes de assunção de identidade falsa e vários crimes de uso de documentos falsos.

De acordo com a PJ, o indivíduo natural da ilha do Fogo, para obter as identidades dos ofendidos, apresentava-se em várias esquadras da Polícia Nacional onde declarava o extravio do próprio Bilhete de Identidade e requeria uma certidão para efeito de pedido de emissão de BI.

Posteriormente, munido desta declaração e de uma certidão de nascimento dos ofendidos, solicitava junto dos Serviços de Identificação Civil, a emissão da segunda via do B.I. contendo os dados de identificação dos ofendidos, mas com a introdução da sua fotografia e assinava com o próprio punho o nome dos ofendidos.

Detido fora de flagrante delito na cidade da Praia, o suspeito recorria, segundo a PJ, a esta “artimanha” desde 2013, fazendo disso o seu modo de vida, tendo causado prejuízos financeiros a dezenas de vítimas residentes na Praia, Assomada, Santa Cruz e Boavista e também aos bancos comerciais que, muitas vezes, face às reclamações dos clientes, eram obrigados a repor o dinheiro nas respectivas contas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.