Chuvas chegam tarde mas o  ano agrícola será normal

3/08/2018 07:11 - Modificado em 3/08/2018 07:11

O coordenador do Grupo de Trabalho Pluridisciplinar (GTP) para o seguimento do ano agrícola 2018/2019, Celestino Tavares, disse hoje que as chuvas chegarão “um pouco mais tarde” e que o ano agrícola será “normal” em Cabo Verde.

Falando à Inforpress, à margem de uma deslocação em serviço à localidade de Rui Vaz, em São Domingos, interior de Santiago, Celestino Tavares disse que a previsão que têm é que a estação pluviosa vai se instalar “um pouco mais tarde” este ano e que Cabo Verde terá “um ano agrícola normal”.

“Esta é a previsão que recebemos do Centro Regional Agrhymet e do Instituto Africano de Meteorologia e também do nosso Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, que participa na elaboração desse instrumento”, informou.

Segundo aquele responsável, é preciso reconhecer um ligeiro atraso na chegada da chuva.

“Nos últimos anos as chuvas caíram no mês de Julho. Neste momento estamos no mês de Agosto e ainda não temos as primeiras chuvas”, ajuntou Celestino Tavares, para quem esta situação é “normal”, tendo em conta as previsões recebidas.

Para já o coordenador do GTP para o seguimento do ano agrícola avançou que a preparação do ano agrícola está a caminhar “a bom ritmo”.

Fonte : inforpress

 

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.