CMSV  retoma  a demolição de pardieiros

3/08/2018 07:06 - Modificado em 3/08/2018 07:06
| Comentários fechados em CMSV  retoma  a demolição de pardieiros

A Câmara Municipal de São Vicente retoma a acção de demolição de pardieiros em diversas zonas da cidade. O último caso foi o de uma propriedade em Fonte Filipe, reclamação antiga dos munícipes, como descreve o Vereador José Carlos da Cruz. A acção vai continuar ainda na zona da Ribeirinha.

O espaço agora demolido em Fonte Filipe, como diz o Vereador, constituía uma preocupação tanto dos munícipes como da Câmara. Um local que era utilizado não só como retrete mas também como lugar para deitar animais mortos, o que para o Vereador constituía um grande trabalho para retirar todo o entulho.

Para além das condições que colocam em causa a questão da saúde pública, também o edifício colocava em causa a segurança dos munícipes com paredes quase a desabar. Neste sentido, o Vereador informa que era necessário fazer o trabalho, mas antes tinham de corrigir algumas situações para a entrada das máquinas, como foi o retiro de um poste de luz para que o trabalho fosse iniciado e concluído.

“Já tínhamos falado com os responsáveis que demonstraram dificuldades e, então, a Câmara tomou as providências necessárias para que pudesse ser feito o trabalho. Muitas empresas não queriam fazer o trabalho porque era arriscado, com perigo das paredes caírem sobre as casas vizinhas”.

São obras que para o Vereador são importantes para que a saúde pública não seja colocada em risco. Neste sentido, revela que as dificuldades têm sido as negociações com os proprietários. Para o Vereador, a aposta tem sido na busca do acordo e não indo pela legislação que poderia terminar com uma expropriação.

“Podemos ir pela legislação mas não queremos o contencioso, porque se coloca em risco a saúde e a segurança dos munícipes, a Câmara pode ir pela via da expropriação. Se aplicamos a legislação, podemos entrar em conflito e isso pode demorar mais tempo uma vez que tem de passar pela justiça”, afiança José Carlos.  

O mesmo reconhece que os munícipes têm reclamado de muitas situações de pardieiros.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.