Incêndio em Planalto Leste: “desta vez  a culpa não vai morrer solteira”

31/07/2018 00:15 - Modificado em 31/07/2018 00:15
| Comentários fechados em Incêndio em Planalto Leste: “desta vez  a culpa não vai morrer solteira”

De acordo com o comandante da Polícia Nacional no Porto Novo, José Lima, as investigações estão a seguir o seu curso normal e que brevemente serão conhecidas as conclusões das diligencias policiais.

O incêndio florestal que consumiu perto de 200 hectares da floresta (área correspondente a 200 campos de futebol), que aconteceu na passada, sexta-feira, 27, no Planalto Leste de Santo Antão, está sob suspeita de fogo posto. Por isso a garantia de que os culpados, caso seja mais que um, serão descobertos

José Lima avançou que desde do ocorrido que uma equipa está no terreno a proceder às investigações e, não restam dúvidas de que as chamas, tiveram origem em fogo posto, pois, “àquela hora (as chamas foram detectadas à 01:40 de sexta-feira), seria difícil o fogo atear-se por si só”, citado pela Inforpress.

“Estamos na presença de fogo posto, independentemente das suas origens, ou seja, se foi ateado de propósito ou de forma involuntária”, informou José Lima, reafirmando que “nas próximas horas” deverá ser esclarecido as circunstâncias em que ocorreu mais este incêndio florestal no Planalto Leste, o terceiro em pouco menos de dois meses.

E por seu lado, o governo garante que fará tudo para esclarecer as circunstâncias em que ocorreu este incêndio, para que coisas do tipo não façam escola.

O perímetro florestal do Planalto Leste foi fustigado, sexta-feira, por um incêndio de grandes proporções que, segundo a mais recente avaliação consumiu quase 200 hectares, área que corresponde a 13 por cento (%) dessa floresta.

Cerca de 90 por cento (%) da área ardida localiza-se no município do Porto Novo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.