Boa Vista: TIR para quatro suspeitos de captura e venda de carne de tartaruga

26/07/2018 07:36 - Modificado em 26/07/2018 07:36
| Comentários fechados em Boa Vista: TIR para quatro suspeitos de captura e venda de carne de tartaruga

Os 4 suspeitos foram apresentados ao Ministério Público tendo-lhes sido aplicado Termo de Identidade e Residência, como medida de coacção.

De acordo com a Polícia Nacional, os quatro indivíduos foram detidos sob suspeita de captura e venda de carne de tartaruga.

O Comando Regional da ilha da Boavista, segundo a PN, tem vindo a trabalhar no sentido de fazer cumprir a lei referente à protecção destas espécies marinhas e esta acção espelha uma atenção particular da unidade em relação a esse crime, com o foco na preservação dessas espécies.

Em comunicado, afirma que o comando tem vindo a apertar o cerco à prática do crime de captura e venda da carne de tartaruga, com vigilâncias nocturnas em parceria com a Fundação Tartaruga da ilha da Boavista, no sentido de prevenir a apanha e o abate das tartarugas.

No entanto, avança a mesma fonte, no dia 23 do corrente, durante uma patrulha rotineira pelas praias desertas da ilha, o pessoal da PN afecto ao Turismo Seguro, salvou uma tartaruga que estava presa entre as pedras e de costas viradas para o solo. 

De imediato, chamaram a equipa de protecção dessa espécie que procedeu à realização de alguns exames, tendo depois devolvido a tartaruga ao mar.

De relembrar que em Julho de 2017, o Governo aprovou em Conselho de Ministros, a criminalização do consumo de carne e ovos de tartaruga, reforçando as medidas previstas no regime jurídico especial de protecção das tartarugas marinhas.

A referida proposta diz que o consumo de carne, ovos ou quaisquer restos ou parcelas das tartarugas marinhas de diferentes espécies passa a ser crime punido com multas ou mesmo com penas de prisão efectiva.

A alteração pretendia, na altura, tipificar ainda outros tipos de crime contra as diferentes espécies de tartarugas marinhas, nomeadamente a captura, a detenção ou o abate intencional, bem como a aquisição, a comercialização, o transporte ou o desembarque, a exportação e o consumo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.