Termo de Identidade e residência para funcionário da Fábrica de tabacos que apunhalou colega

26/07/2018 07:32 - Modificado em 26/07/2018 07:32
| Comentários fechados em Termo de Identidade e residência para funcionário da Fábrica de tabacos que apunhalou colega

O 1º Juízo Crime do Tribunal da Comarca de São Vicente aplicou como medida de coacção, Termo de Identidade e Residência ao funcionário da Sociedade Cabo-verdiana de Tabacos (SCT) que, nesta terça-feira, apunhalou por diversas vezes com uma tesoura, um supervisor da empresa.

Apresentado ao Juiz para primeiro interrogatório, também teve como medida auxiliar a apresentação quinzenal na Esquadra da Ilha.

Steven Duarte é acusado de ter atacado o colega José Lisboa enquanto trabalhavam. O incidente, conforme teve conhecimento este online, aconteceu durante a manhã, após um desentendimento entre as partes.

De acordo com a direcção da empresa, citada pelo Mindelinside, tem  um agente da Polícia Nacional em permanência na Fabrica que entrou imediatamente na sala ao ouvir as pessoas a gritarem .Mas os  trabalhadores chamaram o Serviço de Piquete tendo em conta que se tratava de uma agressão com arma branca.

Por seu lado, a vítima foi transportada de urgência para o Hospital Baptista de Sousa devido às facadas sofridas nas costas e no abdómen e, posteriormente, sujeita a uma cirurgia de urgência.

Este online tentou entrar em contacto com a direcção clínica do HBS para saber mais informações sobre o estado de saúde do paciente, mas até ao fecho desta edição, não houve nenhum feedback por parte dos serviços hospitalares.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.