José Luís Livramento : “Não vou receber salário e  não há nenhuma lei que diga que eu não  posso estar na AN”

24/07/2018 07:37 - Modificado em 24/07/2018 07:58
| Comentários fechados em José Luís Livramento : “Não vou receber salário e  não há nenhuma lei que diga que eu não  posso estar na AN”

Por outro lado, antes da ordem do dia, o PAICV questionou o regresso do PCA da CV Telecom ao Parlamento, considerando que o deputado vai acumular dois salários, isto num país onde há muitos jovens sem emprego. Ponto que para Manuel Veiga demonstra uma falta de preocupação e sensibilidade do Governo com o problema do desemprego que assola a juventude. “Esta é a resposta que Ulisses Correia e Silva dá ao apelo dos jovens para promover oportunidades para todos”.

Questão levantada pelo deputado Manuel Veiga do PAICV, quando questionou a “ética e transparência” do acto, avançando que o Governo não tem nenhum compromisso com os valores citados. E perguntou se Livramento ocupa o cargo de deputado de manhã e de PCA à tarde.

Da parte do MpD e do deputado em causa, José Livramento não vai receber nenhum salário na Assembleia Nacional como o próprio afirmou e participa na sessão como Deputado da Nação eleito. “Não há nenhuma lei que diga que eu não posso estar aqui. Os estatutos dos deputados referem que as empresas que têm até 50 por cento de capitais públicos com deputados que exercem o cargo de Conselho de Administração, podem estar no Parlamento”, como afirmou acusando, os deputados do PAICV, como Manuel Inocêncio, de terem tido o mesmo procedimento e de terem ganho dois salários. Facto já desmentido por Manuel Inocêncio.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.