Mindelense aposta na formação das camadas jovens

20/11/2012 00:00 - Modificado em 19/11/2012 23:54

O CS Mindelense está a viabilizar um projecto para criação de uma escola de formação de futebol para crianças e de aposta na formação das camadas juvenis. Para esta nova época os dirigentes estão a apostar nos escalões de sub 15, 17 e 19 e para o próximo ano a expectativa é arrancar com a “Escolinha do Mindelense”.

 

Ângelo Fernandes é a aposta do CS Mindelense para execução do projecto de criação da escolinha de futebol do clube que vai albergar crianças dos 6 aos 12 anos. Fernandes está a trabalhar nas camadas de formação desde 2009 e agora recebeu um convite de Adilson Nascimento para integrar o projecto da “Escolinha do Mindelense” e aposta nos escalões de sub 15, 17 e 19 para competir no campeonato regional.

Segundo Ângelo “a ideia deste projecto surgiu do presidente, Adilson Nascimento e Daniel Jesus, director desportivo do Mindelense e estes reconheceram o trabalho que fiz na Escola Jaime Pacheco, hoje transformada em Geração do Benfica do Mindelo. Aceitei o convite porque o Mindelense um grande clube e possuiu boa referência em Cabo Verde”.

O nosso entrevistado adianta que o projecto tem a duração de três anos e o primeiro passe será a organização das equipas para preencher as vagas nas camadas que englobam o projecto. Ângelo Fernandes assegura que vai se entregar de corpo e alma ao projecto para que o Mindelense possa ter uma equipa em todos os escalões de formação e lutar pelos lugares primórdios da classificação.

 

Investir nos jovens

 

Fernandes acrescenta que “a aposta do Mindelense é investir em jovens talento para o futuro, de modo a permitir que estes sejam enquadrados na renovação do plantel ao longo dos anos. A selecção dos jogadores vai ser com o apoio do técnico principal, Bubista para que possamos fazer um trabalho de qualidade”.

Questionado sobre a sua entrada em projectos de formação da camada juvenil, Ângelo diz que abandonou os relvados devido a uma lesão e que não quis ficar fora do mundo do futebol. Por isso em 2009 entrou para a equipa técnica dos escalões juvenis do Asas do Norte, de Chã D´ Alecrim.

Depois rumou a Escola Jaime Pacheco para dirigir a equipa de sub 17 onde nesta última época levou a equipa a ficar em segundo lugar no campeonato regional, atrás do tricampeão nacional Batuque.

  1. Carlos Silva - Ralão

    É uma grande iniciativa do Mindelense, aliás um clube centenário como este já teria de ter os escalões de formação, há mais de 20 anos, mas nunca é tarde, e parabenizo-os por isto.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.