Reunidos contra o orçamento

19/11/2012 00:09 - Modificado em 18/11/2012 23:50

O grupo parlamentar do MpD organizou no Mindelo uma “Jornada Aberta sobre o Orçamento do Estado 2013”, para discutir a proposta apresentada pelo Governo, com uma análise técnica e política do documento. Jorge Santos, deputado nacional do MpD, evidenciou a importância de fazer uma discussão sobre o documento uma vez que “traz algumas medidas que vão mudar a vida de todos”.

 

Elísio Freire, líder parlamentar do MpD, fez a análise técnica e política do orçamento. Segundo Freire a analise é para mostrar “aquilo que está a ser escondido às pessoas e às empresas”. Para Freire, o orçamento é “enganador e pouco realista”, “despesista e é pouco transparente”, com um “aumento brutal dos impostos”. E completa dizendo que este orçamento revela a “falta de sensibilidade social do Governo”, classificando o orçamento como “um ataque às famílias com menos poder de compra”.

Apresentados os números, a palavra passou à plateia que deu voz às suas preocupações sobre o orçamento, a ilha e a situação das pessoas. Perguntas e inquietações que foram respondidas pelo presidente do partido, Carlos Veiga. O líder do partido assumiu o compromisso de que vai fazer de tudo para que o orçamento não seja aprovado. E diz que “todos estão contra este orçamento menos o Governo”. E finaliza afirmando que o Governo “não está preocupado com o país, mas apenas em manter o poder”.

 

  1. TREVA

    “aumento brutal dos impostos” é o que a camara da praia/mpd pretende instalar.segundo o exemplo quem actualmente paga 6000$ passara a pagar 24.000$. o cumulo é que ainda aparece o trio veiga, santos e freire a falar de aumento brutal.É A TREVA

  2. promessa do carlos v

    O líder do partido assumiu o compromisso de que vai fazer de tudo para que o orçamento não seja aprovado

  3. nadia

    O governo está de acordo porque é o cofre do estado é que vai ganhar com isso. Caboverdianos devem abrir o olho porque como andam as coisas continuaremos a ser um povo pobre enquanto o estado se enrriquece.

    O governo quer que os caboverdianos continuem pobres para poderem fazer o que quizerem (é o que está a passar neste momento em Cabo Verde).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.