Líder do PAICV lamenta ter “ficado de fora” da Cimeira da CPLP na ilha do Sal

17/07/2018 00:01 - Modificado em 17/07/2018 00:01
| Comentários fechados em Líder do PAICV lamenta ter “ficado de fora” da Cimeira da CPLP na ilha do Sal

A líder do PAICV lamenta o facto de ter ficado “de fora” da Cimeira da CPLP, mas mostra-se expectante que a presidência de Cabo Verde possa marcar positivamente a comunidade para que os objectivos há muitos preconizados sejam atingidos.

Janira Hopffer Almada aponta a questão da mobilidade entre os Estados membros da Comunidade do Países de Língua Portuguesa (CPLP), como de particular importância, manifestando, entretanto, a sua concordância pelas temáticas agendadas, apesar de o “PAICV não ter sido ouvido para tal”.

“Seja a economia marítima, seja cultura, seja a própria questão da mobilidade, são questões muito pertinentes que estão na agenda de Cabo Verde há muito tempo, portanto, merecem ter o devido destaque na CPLP”, assevera.

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) formulou votos para que a Cimeira cujos trabalhos arrancam esta terça-feira, na ilha do Sal, traga resultados.

Contudo, lamentou o facto de não poder estar presente na qualidade de líder da oposição, por ter sido convidada “tardiamente” pelo Governo o que lhe impossibilitou de encontrar lugar nos voos domésticos.

“É com muita pena que não poderei participar na Cimeira da CPLP. Apelaria ao Governo para ter em atenção que nós somos um país arquipelágico” o que, ajusta, obriga convites a tempos para que “num momento tão importante para Cabo Verde”, as entidades e partidos políticos possam estar presentes.

A esse propósito, manifestou a sua estranha pelo facto de a cimeira em apreço marcada há tanto tempo, o convite para a líder do principal partido da oposição tenha chegado apenas a 5 de Julho, isto é, 12 dias antes da Cimeira.

 

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.