Rafael Alves: um miúdo que já escreve o seu próprio nome no Atletismo em Cabo Verde

11/07/2018 02:15 - Modificado em 11/07/2018 02:15

Com apenas 17 anos de idade e pouco mais de seis meses na modalidade, Rafael Alves, natural da localidade da Ribeira da Cruz, interior do Porto Novo, prepara-se para representar o país nos Jogos Africanos da Juventude que decorrerão na Argélia de 18 a 28 de Julho.

Rafael Alves faz parte de uma lista de cinco atletas que irão representar Cabo Verde na Argélia, no Atletismo, sendo o único representante da zona norte do país. O percurso no atletismo, como conta Rafael Alves ao NN, iniciou precisamente a 20 de Janeiro deste ano, quando participou na corrida juvenil na Cidade da Ribeira Grande, Santo Antão. De lá para cá, o desejo de continuar a singrar na modalidade não parou de crescer. Incentivado pelo tio que outrora também foi atleta, Rafael Alves enaltece o atleta e treinador Eliseu Fortes como o pilar principal da sua ascensão, pois foi ele quem viu o seu potencial e o preparou para o Campeonato Nacional Juvenil na Cidade da Praia, onde de resto Rafael, passados apenas um mês e meio de treino na modalidade, viria a ser um dos destaques da prova.

Realizada de 29 de Março a 01 de Abril na Cidade da Praia, Rafael Alves conseguiu o ouro nos 800 metros e a prata nos 1500 metros, uma performance que lhe valeu a chamada para a selecção de Cabo Verde, permitindo-lhe participar nos Jogos Africanos na Argélia. Depois desta grande prestação no Nacional Juvenil, de regresso a casa, o atleta foi o grande vencedor do Campeonato Regional Sénior de Santo Antão nos 1500 metros, superando atletas já com larga experiência nestas andanças, numa prova que contou com a disputa de quatro jornadas. Já no Campeonato Nacional de Seniores que decorreu na ilha do Sal, Rafa ficou na nona posição, superando todos os atletas juvenis em prova.

Residente agora na Cidade do Porto Novo onde treina diariamente com o treinador Eliseu Fortes para estar em boa forma para poder corresponder às exigências estabelecidas numa competição internacional, o atleta afirma que quer ir longe nesta competição e na modalidade. “O meu objectivo é ir e dar o meu máximo para poder trazer uma medalha para Cabo Verde”, sustenta o jovem atleta, salientando ainda que está a trabalhar para ver o resultado, pois a motivação está em alta.

Cabo Verde irá encontrar na competição atletas de países que usufruem de melhores condições de treinos a todos os níveis de preparação no atletismo. Ora, mesmo estando há pouco tempo na modalidade, Rafael assegura que a cada dia quer “desenvolver mais”, mesmo com as mínimas condições que a modalidade oferece em Cabo Verde, caso específico da ilha de Santo Antão.

Rafael Alves, que irá competir nos 1500 metros, sonha vir a ser um atleta profissional, por isso, afirma que não irá abandonar o atletismo, vendo esta competição internacional na Capital Argel, Argélia, como uma grande janela de oportunidades para poder mostrar o seu potencial. De malas feitas, Rafael parte de Santo Antão nesta quinta-feira, 12, onde irá juntar-se aos demais atletas que rumarão à Argélia.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.