Biógrafo diz que Michael Jackson morreu virgem

15/11/2012 19:05 - Modificado em 15/11/2012 19:06
| Comentários fechados em Biógrafo diz que Michael Jackson morreu virgem

As teorias em torno da figura excêntrica de Michael Jackson são muitas e continuam a surgir novas todas as semanas. Desta vez, o escritor Randall Sullivan decidiu avançar com uma biografia do rei da Pop em que traz uma tese polémica: o criador de ‘Thriller’ morreu virgem.

 

Sullivan, na obra ‘Untouchable’, defende que Jackson era assexuado por nunca ter tido qualquer experiência sexual nos seus 50 anos de vida.

 

Ao ‘The New York Times’, o escritor refere que a ausência de vida sexual pôs Jackson “numa solidão que era, em grande parte, o que fazia dele um artista único e um ser humano feliz”.

 

O livro contraria assim a ideia de que Michael Jackson abusou de crianças, algo que o levou a ser acusado em 1993 e que só não foi mais longe porque o cantor chegou a um acordo milionário com os pais das crianças queixosas.

 

 

 

vidas.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.