Quer concorrer ao Congresso norte-americano e defende a pedofilia

6/06/2018 07:20 - Modificado em 6/06/2018 07:20
| Comentários fechados em Quer concorrer ao Congresso norte-americano e defende a pedofilia

Jovem candidato diz que apoia o sexo em qualquer idade, desde que exista um casamento.

Um contabilista americano, que está a concorrer de forma independente a uma cadeira no Congresso norte-americano, pelo Estado da Virginia, quer legalizar a pedofilia. Nathan Larson diz mesmo que ter relações sexuais com crianças de dez anos é normal, desde que estejam casadas.

Numa entrevista a uma estação local, foi-lhe perguntado se haveria algum limite de idade para se ter relações sexuais.

“Quer dizer, se for num contexto de casamento, acho que não há problema”, afirmou.

“Mesmo que tenha dez anos?”, inquiriu. Ao que o candidato respondeu: “Sim, penso que não há problema”.

Nathan terá afirmado ainda que as pessoas estão fartas de políticos que são politicamente corretos e que preferem pessoas que não têm medo de dizer aquilo que vai na cabeça de muitas outras.

O homem é pai de uma menina de três anos 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.