EUA: Matou o marido porque este batia no gato

5/06/2018 06:14 - Modificado em 5/06/2018 06:14
| Comentários fechados em EUA: Matou o marido porque este batia no gato

Mary Harrison entregou-se às autoridades e confessou o crime. Está acusada de homicídio e pode enfrentar a pena de morte.

Uma mulher natural de Dallas, no estado norte-americano do Texas, está acusada de balear mortalmente o marido, depois de este ter agredido várias vezes o gato da família.

De acordo com o The Independent, que cita as autoridades locais, Mary Harrison, de 47 anos de idade, foi levada sob custódia da polícia depois de balear o marido Dexter, que acabou por morrer, no hospital, na sequência dos ferimentos.

A própria mulher confessou o crime e entregou-se às autoridades. Disse que, antes de disparar contra o marido, o casal esteve a discutir devido às constantes agressões de Dexter ao gato.

Segundo os relatos dos vizinhos, o gato esteve desaparecido durante vários dias, tendo o casal colocado vários cartazes a dar conta do seu desaparecimento. Alegadamente, terá aparecido dias antes da discussão e consequente assassinato.

Mary Harrison continua sob custódia das autoridades, com uma fiança de 100 mil dólares (cerca de 85 mil euros).

No estado do Texas, a pena de morte é legal, não sendo ainda certo se a mulher poderá enfrentar esta sentença.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.