Diazmira Lima “Mamila” está desaparecida há 18 anos

1/06/2018 13:57 - Modificado em 1/06/2018 13:57
| Comentários fechados em Diazmira Lima “Mamila” está desaparecida há 18 anos

dav

Mamila relembrada na Marcha contra o desaparecimento de crianças. Desapareceu desde do dia 01 de Janeiro de 2000, simplesmente sumiu e nunca mais se soube nada dela. Um dos diversos casos de desaparecimento de crianças sem respostas.

Dos vários presentes que marcaram presença, esta sexta-feira, na Marcha contra o desaparecimento de pessoas para pedir respostas as autoridades sobre esses casos, também esteve presente familiares de Diazmira Cristina Lopes Lima desaparecida há 18 anos. A sua irmã Susana da Graça, a última pessoa a ver a sua irmã conta em primeira pessoa como é viver com isso e a dor de nunca ter tido uma resposta sobre o que aconteceu no fatídico primeiro de Janeiro, que marcou de forma profunda toda a sua família.

Com a fotografia da irmã em frente ao peito, Susana conta que “já completou 18 anos desde que a minha irmã desapareceu, nunca policia nos deu qualquer informação. Ela tinha na altura oito anos e não sabemos se está viva ou está morta”.

“Diazmira desapareceu depois de ter separado da irmã a caminho de casa. “Ela morava em Lombo Tanque com a nossa mãe e foi a Ribeirinha num afazer e regressamos juntas, só que no caminho, despedimo-nos na entrada de Vila-Nova ela foi a acenar-me e nunca mais soubemos dela”, relembra Susana, na altura um adolescente, que até hoje trás no peito a dor do desaparecimento da sua irmã mais nova.

Diz que já adulta procurou informações junto da Policia Judiciaria, mas foi informada que actualmente, nada podem fazer em relação ao caso, que nunca tiverem nenhuma pista sobre o caso.

Por isso acredita que esta marcha é para relembrar, para prestar atenção nas nossas crianças e diz que “infelizmente há dezoito anos que a mãe está deprimida e pessoalmente também. Mas tenho esperança de algum dia saber o que aconteceu”.

Hoje, caso esteja viva, hoje Diazmira Lima teria 26 anos de idade.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.