Maior valorização do património histórico nacional com a implementação do património cultural no ensino

23/05/2018 07:07 - Modificado em 23/05/2018 07:07
| Comentários fechados em Maior valorização do património histórico nacional com a implementação do património cultural no ensino

O Coordenador da Direcção de Monumentos e Sítios Históricos do Instituto do Património Cultural (IPC) alerta para a necessidade da implementação da cultura patrimonial no ensino, com vista a uma melhor valorização do património histórico nacional.

Jaylson Monteiro, citado pela Inforpress, manifestou esta preocupação durante o encontro com a Direcção Regional da Cultura dos Açores que se encontra no país para uma visita de trabalho de quatro dias, com quem vem traçando as estratégicas para a melhor política virada para a valorização patrimonial, de forma que o país possa implementar uma política assertiva no campo turístico.

Por sua vez, o Director Regional da Cultura dos Açores, Nuno Ribeiro Lopes, enalteceu a disponibilidade da equipa que dirige em partilhar os seus conhecimentos e experiência com a sua similar cabo-verdiana, de modo que os sítios históricos possam ter um papel importante na promoção e desenvolvimento do país.

Esta missão acontece no quadro de uma parceria que o IPC tem estado a desenvolver juntamente com instituições das Canárias, Açores, Madeira e Senegal, no quadro do projecto “Margullar”, vocacionado para a valorização do património cultural subaquático na região da Macaronésia, financiado pela União Europeia.

Do programa da missão constam encontros com a Direcção do IPC, com os membros do Comité de seguimento dos projectos do Património Cultural Subaquático que deverá ser em breve oficializado em Conselho de Ministros, encontros com as instituições parceiras nacionais do projecto “Margullar”, visitas a ‘Sítios’, Centros Históricos e Museus Nacionais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.