Boavista: Dois indivíduos acusados de abuso sexual contra crianças, em prisão preventiva

15/05/2018 06:36 - Modificado em 15/05/2018 06:36

De acordo com a Polícia Judiciária, entre os dias 08 e 11 de Maio, fora de flagrante delito, foram detidos quatro indivíduos do sexo masculino por suspeita da prática de vários crimes de abuso e agressão sexual, VBG e burla qualificada e falsificação de documentos.

Dois desses indivíduos, com idades compreendidas entre os 36 e os 57 anos, foram detidos entre os dias 8 e 10, acusados da prática de vários crimes de abuso sexual de crianças, ocorridos em 2017. Desses crimes, resultaram cinco vítimas que na altura do sucedido contavam com idades compreendidas entre os 8 e os 10 anos. Presentes ao tribunal nos dias 9 e 11 de Maio, respectivamente, os detidos ficaram em prisão preventiva.

Ainda no dia 8, segundo a mesma fonte, um indivíduo de 35 anos, natural da ilha de Santiago, foi detido pelo NICBV, acusado da prática de crimes de burla qualificada e falsificação de documentos, envolvendo empresas sediadas na ilha, bancos e repartições das finanças. Presente ao tribunal no dia seguinte à sua detenção, foi-lhe aplicada como medida de coacção, a interdição de saída do país e o pagamento de uma caução no valor de 50.000 escudos.

Já no dia 11, foi detido um indivíduo de 27 anos, também natural da ilha de Santiago, pela prática de crimes de agressão sexual e violência baseada no género (VBG) contra a sua ex-companheira, factos ocorridos em 2016. Apresentado ao tribunal no mesmo dia da detenção, o indivíduo ficou sob termo de identidade e residência (TIR).

No cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público da Comarca da Boa Vista, os indivíduos foram detidos através do Núcleo de Prevenção e Investigação Criminal da Boa Vista (NICBV) da PJ.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.