Governo anuncia para breve a construção de um Centro Diálise no Mindelo

11/05/2018 07:54 - Modificado em 11/05/2018 07:54

Quarenta porcento dos doentes da Região de Barlavento, em tratamento de diálise no Hospital Dr. Agostinho Neto (HAN), na Cidade da Praia, vão poder fazer o tratamento na sua região, a partir de 2019. A Afirmação foi feita pelo Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, na assinatura do protocolo de cofinanciamento para construção desse centro, ontem, 09 de maio.

O Centro de Diálise do Mindelo, que ficará sediado no Hospital Baptista de Sousa, virá responder a esta demanda e mitigar os custos sociais conexos com as evacuações dos doentes para a Praia. Assim teremos os doentes mais próximos de suas famílias, seus lugares de trabalho e sua vida social”, frisou.

 Segundo o governante, a longo prazo, o ministério espera ter todas as condições legais criadas para a promoção de doadores para o transplante renal. “Estamos a trabalhar nas medidas legislativas que possam dar amparo legal, ao transplante de órgãos”.

 Durante a sua, intervenção, Arlindo do Rosário, considera que se trata de um projeto ambicionado em Cabo Verde que tem como objetivo minimizar os custos agregados com a diálise tanto para o ministério como para os familiares dos doentes.

 “A resposta que estamos a concretizar na área de cuidados nefrológicos, deverá ter como desafio, as intervenções eficazes sobre as condições evitáveis e identificadas que causam a insuficiência renal em Cabo Verde, ou seja, diabetes e hipertensão”, afirmou.

 Por seu turno, Luís Ramos, presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, que cofinancia a construção do Centro de Dialise de Mindelo, considera que este protocolo reafirma o empenho de Portugal na parceria com Cabo Verde na área da saúde.

 “Portugal está muito empenhado nesta parceria no sector da saúde, esperamos que a construção desta unidade possa ter lugar rapidamente e prometemos estar, em todas as fases, deste processo”, garantiu.

 O lançamento da primeira pedra do Centro de Diálise no Mindelo esta marcado para o mês de julho com o funcionamento previsto para 2019. A diretora do Hospital Baptista de Sousa, Ana Margarida Brito, afirma que será uma “mais valia” para a Região de Barlavento, “evitando assim problemas a muitas famílias pelo deslocamento do doente à Cidade da Praia para tratamento”.

 O acordo tripartidário para a construção do referido centro de Diálise foi assinado entre o Instituto, o Ministério da Saúde e da Segurança Social e o Ministério das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação.

 

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.