Jovem morre após ser-lhe rejeitada ajuda médica. Caso indigna França

10/05/2018 07:50 - Modificado em 10/05/2018 07:52

Hospital está sob investigação.

aomi Musenga, de 22 anos, sentiu-se indisposta no dia 26 de dezembro de manhã. Na sequência disso, ligou para o número de emergência médica, mas do outro lado não recebeu qualquer ajuda.

Horas depois da primeira chamada que fez, Nadie não recebeu ajuda nenhuma e quando foi transferida para o hospital  já era tarde de mais. A jovem acabou por morrer.

Nas gravações da sua chamada, ouve-se a jovem a dizer que está com dores de barriga e que vai morrer. Do outro lado, uma enfermeira responde-lhe entre risos: “Que vai morrer não há dúvidas, todos vamos”.

A sua morte está a causar indignação em França e é uma prova das falhas nos serviços sanitários do país. A autópsia revelou que a jovem sofreu uma falha em múltiplos órgãos.

A ministra da Saúde já demonstrou o seu descontentamento pelas circunstâncias desta morte e ofereceu apoio à família de Naomi Musenga.

Uma investigação já foi aberta, escreve o El Mundo, e sabe-se que a enfermeira em causa já terá sido transferida de serviço.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.