PJ  investiga  assalto à mão armada  em casa de magistrado  do CSMJ

10/05/2018 07:36 - Modificado em 10/05/2018 07:36

A PJ  está a investigar um assalto a mão armada  na casa de um magistrado do Conselho de Magistratura ocorrido na noite de terça-feira , 8 ,  na Cidadela , na cidade da Praia . A vitima disse a RCV que um grupo armado entrou na sua casa  e o que parecia ser o chefe do grupo deu ordem para que disparassem contra ele . O Magistrado disse que a ordem não foi obedecida porque pediu aos assaltantes “ para levarem tudo que tinha em   casa “ mas para pouparem a sua vida e a dos familiares . As autoridades policiais não forneceram informações sobre este caso a não ser o lacónico “ que estamos a investigar “ . Não se sabe , ainda se o assalto está relacionado com o  a função que desempenha .

Em São Vicente já aconteceram casos de  assaltados a casa de magistrados , mas que não estavam ligados a função que desempenham.

Em 2017 a casa do Procurador da República, Baltazar, situada a cem metros do Comando da Polícia Nacional de São Vicente foi assaltada. Em 2012   a PJ deteve o responsável  pelo assalto a casa do Procurador Vital Moeda  .

No mesmo ano a residência do juiz Manuel Andrade foi assaltada por um indivíduo, que entrou no quarto do magistrado e levou um portátil e um telemóvel que estavam em cima da cabeceira da sua cama.

 

  1. Magistrado

    O suposto assaltado, Carlos Moura, não é nem nunca foi magistrado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.