Abertos oito autos de instrução referentes a suspeitas de infracção durante a greve da Polícia Nacional

8/05/2018 08:11 - Modificado em 8/05/2018 08:11
| Comentários fechados em Abertos oito autos de instrução referentes a suspeitas de infracção durante a greve da Polícia Nacional

A PGR adianta que na sequência da greve e manifestação dos efectivos da Polícia Nacional entre os dias 27 e 29 de Dezembro de 2017, foram apresentadas duas queixas ao MP.

As queixas foram apresentadas pela Direcção Nacional da Polícia Nacional e pela Presidência do Conselho de Administração da Radiotelevisão Cabo-verdiana (RTC), um dos locais, na cidade da Praia, onde os manifestantes se concentraram.

E no seguimento das referidas denúncias, conforme explica, ordenou que fossem abertas instruções criminais que correm termos nas Comarcas da Praia, São Vicente, Sal, Boa Vista, Brava, Paul, Tarrafal e São Filipe.

De realçar que durante a greve da PN, o Governo e representantes sindicais não chegaram a acordo para a definição dos serviços mínimos durante a paralisação, tendo sido decretada a requisição civil de 1.800 agentes para os três dias de greve, dos quais quase metade não cumpriu a requisição, tendo ainda acontecido diversas manifestações não autorizadas de polícias.

De acordo com o Ministério Público (MP) estão a ser investigadas suspeitas de infracção à lei de reunião e manifestação durante a greve da polícia em Dezembro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.