Porto Novo: Agricultores  deixam pagar taxa da RTC e iluminação pública

7/05/2018 06:30 - Modificado em 7/05/2018 06:30
| Comentários fechados em Porto Novo: Agricultores  deixam pagar taxa da RTC e iluminação pública

Agricultores das localidades onde os furos trabalham ainda com base em energia elétrica, fornecida através da rede pública de eletricidade, manifestam-se “aliviados” pelo facto de, em pouco tempo, deixarem de pagar as taxas da RTC e da iluminação pública.

Os agricultores de Poio, em Ribeira dos Bodes, da Ribeira Fria, Ribeira da Cruz, de Chã de Norte, graças ao equipamento dos respectivos furos com sistemas fotovoltaicos, vão deixar, dentro de dois meses, de pagar as chamadas taxas da Radio-televisao de Cabo Verde (RTC) e de iluminação pública, cobradas pela Electra, a partir das faturas de energia eléctrica.

Esses lavradores, já por algumas vezes, reclamaram não só do custo elevado de água, devido aos custos de eletricidade, como, também, do facto de serem obrigados a pagar essas taxas que encarecem ainda mais o custo de água.

Segundo os agricultores, essas taxas são “absurdas” e cobradas de forma ilegal.

Até ao mês de Junho, todos os furos existentes no Porto Novo estarão equipados com painéis solares, num âmbito de um programa que está a ser implementado pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), visando reduzir os custos de produção de água para a agricultura.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.