Maio: Cães vadios mataram cinquenta cabras 

4/05/2018 00:14 - Modificado em 4/05/2018 00:16

Os criadores de gado na ilha do Maio estão desesperados por causa dos ataques dos cães vadios ao gado. So nos últimos 15 dias os cães mataram quinze cabras  

em  declarações à Inforpress, o criador e agricultor Ineuse Ribeiro assegurou que a ” cada dia a situação está a tornar- se  insuportável tendo em conta que os cães agora não só estão a matar os animais no campo como nas propriedades agrícolas “.

Sem forma de parar o ataque dos cães pedem   o governo central para colaborar com a edilidade maiense, no sentido de fazerem o abate dos cães vadios que se encontram no campo e a reproduzirem todos os dias.

“Há dois dias uma vizinha perdeu da noite para o dia, cerca de 23 cabeças de cabras e ontem um outro senhor perdeu mais de dez cabritos, além dos que já foram mortos na semana passada, e ainda hoje ouvi o relato de que os cães invadiram a propriedade de um outro criador e devoraram mais de 15 cabeças de cabras”.

A Inforpress apurou ainda que, na vila da Calheta, dois criadores que fazem a criação em Monte Vermelho perderam mais de dez cabeças de ovelhas, ainda no mesmo dia um agricultor e criador da localidade de Morrinho perdeu um bezerro.

A situação vem se repetindo um pouco por toda a ilha, com destaque também nas localidades de Alcatraz e Pedro Vaz onde os criadores já perderam quase a maioria dos seus animais, pelo que apelam ao governo local e central que unam os esforços para darem um combate “mais forte”, porque afirmam que a situação está “insuportável” e até dizem temer pelas suas vidas.

Fonte : Inforpress

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.