Nada escapa aos meliantes: Assaltada estação de bombagem de águas residuais

12/11/2012 00:53 - Modificado em 12/11/2012 00:53

Foi assaltada, na madrugada de sábado, a estação de bombagem de águas residuais, na Ribeira de Julião, na ilha de São Vicente.  Foram roubados vários equipamentos electrónicos e eléctricos que garantiam o funcionamento da estação. Segundo o vereador do Ambiente da CMSV, o assalto deixou avultados prejuízos e, neste momento, a estação deixou de bombear a água para a ETAR, na Ribeira de Vinha.

 

A estação de bombagem de águas residuais situada na Ribeira de Julião foi assaltada e a maior parte dos equipamentos existentes no espaço foram roubados. Segundo o que apurámos, o alerta do assalto foi dado por um funcionário da CMSV que passava nessa zona e que se apercebeu que as entradas para a estação de bombagem estavam arrombadas.

Segundo o vereador do Ambiente, Anildo Fortes, “quando chegámos ao local detectámos a falta de vários equipamentos que faziam funcionar as duas bombas que bombeavam a água para a Estação de Tratamento de Águas Residuais na Ribeira de Vinha. Com esta situação, as duas bombas deixaram de funcionar pelo que a água está agora a desaguar por uma saída de emergência que dá para a ribeira”.

Questionado sobre o valor dos prejuízos, Anildo Fortes diz que ainda não se calculou o total dos danos, mas que a CMSV está à procura de uma solução para resolver o problema. O vereador acrescenta que os indícios apontam para alguém que sabia como subtrair os equipamentos sem danificá-los.

 

Solução

O vereador do Ambiente assegura que “se encontrarmos os equipamentos no mercado, segundo informação dos técnicos, até quarta-feira a situação volta à normalidade. Mas, caso não houver estes equipamentos no país, a solução será requisitá-los no exterior, o que vai fazer com que a regularização do problema dure mais alguns dias”.

Devido ao assalto, a Câmara Municipal de São Vicente vai colocar guardas nas cinco estações de bombagem existentes na ilha. O caso já está sob a alçada da Polícia Judiciária. De realçar que a estação de bombagem de águas residuais, na Ribeira de Julião faz parte do projecto da IIIª fase do plano sanitário de São Vicente financiado pela União Europeia e inaugurado em Novembro de 2010.

  1. Mindelense

    Crimes do tipo deveriam ter penas severas, para além de pagar multa e cumprir pena na cadeia, deveriam cumprir trabalhos forçados de forma a pagar a estadia, alimentação, água e luz beneficiadas na cadeia, que são contas pagas pelo dinheiro dos contribuintes.

    Isso quer dizer que um individuo rouba, viola, mata e ainda é sustentado pela familia que sofreu os diversos atentados, isso é típico de um país de bananas, onde as leis protegem os bandidos e penalizam o cidadão do bem.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.