CMSV quer Banda UB40 e Cláudia Leite no Festival da Baía das Gatas 2018

10/04/2018 00:44 - Modificado em 10/04/2018 17:03

A quatro meses da 34ª Edição do Festival Internacional de Música da Baía das Gatas, a Câmara Municipal de São Vicente encontra-se em contactos com a banda britânica UB40 e com a artista brasileira Cláudia Leite, de acordo com o Presidente da Câmara, Augusto Neves, citado pela Inforpress.

Agendado para os dias 10, 11 e 12 de Agosto, estão a ser realizados contactos com alguns grupos fortíssimos, como o UB40 e Cláudia Leite, visando um cartaz muito forte, para além de grupos nacionais que vamos convidar”, concretizou a mesma fonte, precisando que o cartaz “está mais ou menos organizado” sendo o momento,  a quatro meses do certame, de “correr atrás” dos patrocinadores.

“O palco vai receber mais obras para o próximo festival internacional de música, tudo para transformar a Baía das Gatas num centro de grandes eventos com a juventude sempre no top”, concluiu Augusto Neves.

De recordar que no início do ano, o Governo prometeu em São Vicente que as obras previstas para a zona da Baía das Gatas, iniciariam no segundo trimestre de 2018.  

Na altura da apresentação do projecto em São Vicente, a Ministra Eunice Silva titular da pasta das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, disse que as obras de requalificação da estância turística “serão igualmente uma mais-valia para os visitantes e turistas, pois vai nascer uma estrada bonita e segura e uma Baía das Gatas requalificada e aprazível para o orgulho de São Vicente e de Cabo Verde”.

Situada a Nordeste da ilha de São Vicente, junto à orla marítima, delimitada pelas zonas de Salamansa e Norte de Baía, a localidade da Baía das Gatas encontra-se ligada à cidade do Mindelo por uma estrada nacional com cerca de 11 quilómetros de comprimento e ainda por uma outra estrada de sete quilómetros à localidade do Calhau.

Trata-se de uma zona que contribui para o “enriquecimento da cultura da ilha e do país”, através do festival de música que ali se realiza anualmente em Agosto, e a sua projecção a nível internacional, atraindo nacionais, emigrantes e turistas.

É frequentada ao longo do ano, dispõe de várias habitações e tem “potencial turístico”, daí a justificação para o seu planeamento e requalificação urbana.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.