Grupo de mulheres agride suspeito de assediar adolescente

8/04/2018 23:33 - Modificado em 9/04/2018 00:18
| Comentários fechados em Grupo de mulheres agride suspeito de assediar adolescente

Homem terá assediado adolescente em terminal rodoviário. Grupo de mulheres, onde se inclui a mãe da jovem, não se deixaram ficar.

Um homem de 43 anos ficou ferido depois de ter sido agredido com pontapés, socos e chapadas por um grupo de mulheres, em São Paulo. O homem foi agredido, escreve o portal G1, por ser suspeito de ter assediado uma adolescente de 16 anos, no terminal rodoviário de Itapetininga.

De acordo com o mesmo meio , a Polícia Civil confirmou que o caso aconteceu na passada quinta-feira e que uma das agressoras é a mãe da adolescente assediada.

As agressões foram registadas em vídeo que foi divulgado esta sexta-feira pela imprensa brasileira. Durante as agressões, a mãe da adolescente assediada afirma: “Não coloca a mão na minha filha. Quem é você para passar a mão na minha filha, seu vagabundo”.

Nas imagens, é ainda possível ver o homem ser arrastado pelo grupo, sendo de seguida agredido com socos e pontapés pelas mulheres, ao ponto de este ter de ser socorrido e transportado para uma unidade hospitalar. 

Segundo relatos, o caso de assédio aconteceu depois de o homem ter tentado, primeiro, pedir dinheiro a quem se encontrava na rodoviária. Como não foi bem sucedido, começou a importunar as pessoas, incluindo as mulheres que o agrediram depois. 

A mãe da adolescente apresentou queixa por importunação ofensiva ao pudor (assédio), acusação sobre a qual o homem, que já tem cadastro pelo mesmo tipo de crimes, irá ser chamado a depor. Se for condenado, pode vir a enfrentar uma pena de prisão que vai dos três meses a um ano, escreve ainda o jornal.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.