Os números da vergonha :  detidas seis pessoas acusadas de agressão sexual  

8/04/2018 22:56 - Modificado em 8/04/2018 23:08
| Comentários fechados em Os números da vergonha :  detidas seis pessoas acusadas de agressão sexual  

São os números da vergonha e da impotência das autoridades e da nossa sociedade para travar o crime de violação, que na forma suave passaram a chamar de “ agressão sexual” . Só esta semana a PJ anunciou  que deteve seis pessoas acusadas desse crime . Na cidade da Praia  Polícia Judiciária, através da Secção de Investigação de Crimes Contra Pessoas – Brigada de Crimes Sexuais, em cumprimento de um mandado do Ministério Público da Comarca da Praia, deteve no dia ., 28, um indivíduo do sexo masculino, de 44 anos, por haver fortes indícios da prática de um crime de abuso sexual de criança, com penetração, ocorrido em Julho de 2017.

A vítima, uma criança do sexo masculino, tinha seis anos na altura do sucedido.

O detido foi presente ao Tribunal da Comarca da Praia no mesmo dia da detenção para primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coacção pessoal, tendo-lhe sido aplicado TIR e apresentação semanal. Estas noticias tornaram-se comuns no órgãos de comunicação social . Basta fazer uma procura com a palavra “abuso sexual “ que surgem os números do horror. Mas números com histórias , com dores gravadas na carne e na mente das vitimas e das suas famílias . E muitas vezes , quase sempre , o agressor está dentro de casa. Não existe defesa  quando o predador ataca no quarto da criança que fica ao lado do dele ou na sala .Não existe defesa quando quem ataca é quem devia proteger. Nada  se pode fazer quando , na segunda e terça-feira, passadas,  na cidade da Praia,  dois indivíduos do sexo masculino, de 19 e 25 anos,  foram detidos por fortes indícios da prática de crimes de agressão sexual de crianças ocorridos entre 2014 e 2016.

Na quinta-feira, foram detidos na ilha do Sal, fora de flagrante delito, outros dois indivíduos do sexo masculino, acusados da prática de seis crimes de abuso sexual de duas menores.

Um dos suspeitos, de 28 anos, está fortemente indiciado na prática de um crime de abuso sexual contra a enteada, na sua forma agravada.

No mesmo dia foram detidos, na cidade da Praia mais dois indivíduos do sexo masculino, acusados da prática de cinco crimes contra crianças.

As vítimas eram duas vizinhas de 12 e 13 anos, respetivamente.

.

Segundo dados divulgados, em fevereiro, pela Polícia Nacional (PN), os crimes de abuso sexual de menores aumentaram 7% em Cabo Verde no ano passado, com 126 casos, mais oito do que no ano anterior.

A PN conseguiu identificar 119 agressores, sendo 92% do sexo masculino e 64% com idade inferior a 30 anos, enquanto as vítimas são na sua grande maioria (91%) do sexo feminino, sendo que 30% têm menos de 12 anos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.