Juiz Antero Tavares coloca figura de Zorro no documento da sentença: Defesa está indignada

3/04/2018 02:43 - Modificado em 3/04/2018 10:09

Os advogados de defesa dos velejadores condenados , na semana passada,  a dez anos de prisão cada um por co-autoria no tráfico de 1157 quilos de cocaína foram levantar a sentença na secretária do Tribunal do 1 º Juízo Crime de São Vicente e dizem que “ ficaram estupefactos” ao verem que no documento de 105 páginas estava timbrada como fundo uma imagem de Zorro á cavalo bramindo a espada que escreveu o símbolo do Zorro. Pensa-se que é uma referência a investigação que a PJ batizou de “Operação Zorro”. Juristas contactos pelo NN disseram que “ nunca vi, na minha carreira, um juiz escrever uma sentença e colocar no documento uma imagem que não sejam os símbolos da Republica e os em uso no Tribunal”.

Considera que o juiz ao usar no documento um símbolo, uma imagem não oficial “retira a oficialidade ao documento, porque existe um procedimento, um documento oficial onde as sentenças são escritas. Existe um modelo único para assegura o distanciamento do juiz  que não deve estar apegado aos símbolos que não sejam os da Republica “. E diz “ imagina-se que cada juiz resolva colocar um símbolo em cada sentença que dá. No caso de Portugal iriam aparecer toupeiras, e m Cabo Verde lanchas e pérolas. “ Conclui que “ O Conselho da Magistratura deve se pronunciar sobre esse documento e que quem se sinta atingido deve pedir o expurgo dessa imagem do documento “.

Este jurista , que respeitamos o pedido de anonimato , assegura que não vê mais consequências , e salvo melhor opinião não viu nada no Código do processo Penal que aponte para outras consequências . Mas defende-se afirmando “ é um caso novo . Nunca tinha visto um juiz grafar uma figura icónica que simboliza um justiceiro num documento oficial como o é uma sentença “

A defesa, que está a preparar o recurso, diz que ainda não definiu o caminho jurídico que vai seguir em relação a sentença com timbre da figura de Zorro. O que está convencida é que “ o juiz ao introduzir uma referência estranha está a provocar uma aproximação a símbolo que pode abalar a confiança que o juiz deve despertar, e a sua imparcialidade “. Pois no seu entender “ com esta posição o juiz vincula-se a uma referência da investigação e de acusação. Incorpora a figura do justiceiro quando ao juiz pede-se que esteja numa situação superior e que não seja contagiado”.

 

corrigido  as 10 h e 8 minutos , Retirado dois parágrafos finais que pertenciam a outra noticia

  1. Zorro

    Para avaliarmos a qualidade desse Juiz,
    Ele em Santo Antão, por causa de uma discussão de trânsito resolveu tirar a sua pistola para intimidar e mandar prender o outro condutor; ele exibe a sua famosa pistola aos coitados dos seus alunos na Universidade do Mindelo; manda prender médicos de forma arbitrária; mandou prender uma polícia de trânsito que apreendeu o carro que a sua mulher conduzia (a mulher do dito juiz, entenda-se) porque o referido carro estava sem documentos (em claro abuso de poder)… São esses os traços dignos de um verdadeiro Zorro.

  2. Silvério Marques

    Perante esta denúncia e acusação este ZORRO deve identificar-se para dar credibilidade ás graves acusações feitas ao Juiz Antero Tavares.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.