Caças iranianos dispararam contra drone americano no início de Novembro

9/11/2012 03:42 - Modificado em 9/11/2012 03:42
| Comentários fechados em Caças iranianos dispararam contra drone americano no início de Novembro

O Pentágono revelou esta quinta-feira que um dos seus drones foi atingido pela aviação iraniana no dia 1 deste mês. O ataque aconteceu cinco dias antes das eleições presidenciais nos EUA e não foi tornado público de forma a não interferir com a votação.

 

De acordo com as informações deste departamento militar dos Estados Unidos da América, o drone voava em espaço internacional junto ao Golfo Pérsico e foi atacado por dois caças do Irão.

O drone – um avião de vigilância não tripulado – estava em missão de “rotina”, disse o porta-voz do Pentágono, George Little, citado pela AFP. Foi interceptado quando estava a 30 km da costa iraniana por dois caça Su-25, tendo a tripulação disparado depois sobre o aparelho americano. George Little disse que o drone não estava armado.

“Os Estados Unidos informaram os iranianos que vão continuar a realizar voos de vigilância de rotina sobre as águas internacionais do Golfo, de acordo com uma prática estabelecida desde há longa data e por nós iniciada para segurança da região”, disse o porta-voz.

O Golfo Pérsico, fechado pelo Estreito de Ormuz – por onde passa uma substancial parte da frota de petroleiros que abastece o mundo – é uma zona estratégica para os EUA, que reforçaram a presença militar na região devido às tensões com o Irão. Teerão já ameaçou encerrar o Estreito de Ormuz.

 

 

 

 

jn.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.