Bis de Papalélé aos 98 ‘ dá tetra campeonato regional ao Mindelense

31/03/2018 20:09 - Modificado em 31/03/2018 20:09

O CS Mindelense sagrou-se, neste sábado, tetra campeão regional de futebol de São Vicente e representante da ilha no Campeonato Nacional de Futebol, 2017/18, isto após vencer o FC Derby por 1-2, com dois golos de grande penalidades de Papalélé, num jogo muito contestado pelos homens de azul e branco ao arbitro da partida, Jandir Brito.

Num jogo de loucos, disputado num Adérito Sena completamente esgotado, o jogo do título teve de tudo um pouco, onde foram assinalados três grandes penalidades, dois a favor do Mindelense e um para o Derby. Derby e Mindelense chegaram a esta jornada decisiva separados por apenas dois pontos, com vantagem para o Derby com 33 e 31 para o Mindelense, as duas únicas equipas ainda invictas em São Vicente. Os Dragões da Praça Estrela jogaram sobre a vantagem na tabela classificativa, e só viram a muralha defensiva ser batida em cima do intervalo, quando o árbitro da partida Jandir Brito assinalou uma grande penalidade contra os derbianos, a castigar falta de guarda-redes Tol, sobre Papalélé, Chamado a conversão Papalélé não tremeu e colocou os encarnados na frente do marcador.

Na segunda parte o Derby correu atrás do prejuízo, sabendo que um empate chegava para a festa, empate este que chegou mesmo em cima dos noventa minutos regulamentares, também através da marca da grande penalidade, desta feita a castigar mão na bola do defesa esquerdo Mota,. Encarregado de marcar o médio centro Metcha não desperdiçou e estabeleceu a igualdade na partida. Já com muitos adeptos afectos aos Leões do Norte a abandonarem as bancadas do Adérito Sena, o árbitro Jandir Brito o protagonista maior da partida, assinalou nova grande penalidade, aos noventa e oito minutos, a favor dos encarnados, castigando um possível toque da bola na mão do avançado do Derby Pitú. Novamente chamado a responsabilidade Papalélé esteve a altura, e deu novo título de campeão regional ao Mindelense, ou seja o “Tetra”.

Na sequência da grande penalidade assinalada por Jandir Brito, inconformados com a decisão, alguns jogadores do Derby, quiseram tirar satisfações junto deste, o que motivou algumas expulsões, para jogadores derbianos. Com o caldo entornado a Policia teve mesmo de ser accionada pelo árbitro para entrar dentro das quatro linhas, para tentar serenar os ânimos dos jogadores de azuis e branco, sendo que um dos mais inconformados com a decisão do arbitro, foi Lela o defesa esquerdo, que após apito do árbitro saiu do campo acompanhado pela PN.

O Mindelesens após dominar o futebol em Cabo Verde por quatro anos seguidos, sagrando-se tetra campeão nacional, tendo o feito terminado na época passada, depois de ter sido afastada das meias-finais da prova na secretária, atinge desta feita em São Vicente tal proeza, o que mostra a força do Leão, que numa época com muitos problemas, conseguiram superar a a grande época derbiana.

  1. RUITUDA

    MODA MINDELENSE Ê SÔ MINDELENSE.NINGUÊM TA PÔDÊ QUE NÔS.PUDEROSOS, MODA,COMODORE DUARTE SILVA,SÊ IRMÔM QUE FOI ADMINISTRADÔR,ANTÓNIO DUARTE SILVA,AGUINALDO FEIJÓO,QUIMQUIM RIBEIRO,DR.TERRY E MAS ALGUNS DE SÊS LAIA,NUNCA PUDE CABÁ QUE MINDELENSE E BÔCÊS FCÁ TA SABÊ,QUE MINDELENSE Ê CLUBE MAS BÊDJÊ DE CABO VERDE.
    NÔS Ê CLUBE DE MONQUE E LEJÓDE?
    LÉ Ê QUE ESTÁ NÔS FORÇA,PAMODE QÊM Ê MINDELENSE,ÊL Ê MINDELENSE Ê DECURAÇON E NINGUÊM TA PÔDÊ COMPRAL.VIVA MINDELENSE! VIVA MINDELENSE! VIVA MINDELENSE! MANTENHA E BRAÇA PA TUDE GENTE DE MIDELENSE.RUITUDA SUCRINHA

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.