Preces e mobilização pela liberdade dos velejadores  presos em São Vicente

29/03/2018 02:29 - Modificado em 29/03/2018 02:29

A mobilização pelos três tripulantes brasileiros e pelo francês do veleiro Rich Harvest, presos em São Vicente e cuja sentença será conhecida hoje, tem crescido diariamente nas redes sociais e familiares e amigos têm a convicção que a justiça prevalecerá neste caso, onde reina a certeza de que os arguidos estão “inocentes e que foram de facto enganados por essa quadrilha de traficantes que os usou e que deveriam estar presos pelo resto da vida”.

Foram meses de angústia e de desespero, segundo os familiares, amigos e apoiantes que utilizaram as redes sociais para manifestar o próprio apoio. “Espero que essa corte seja justa, a Polícia Federal Brasileira demonstrou, através de factos e evidências que essas pessoas não tinham participação neste crime, foram vítimas de uma quadrilha internacional de droga que transporta de maneiras diferentes cocaína para a Europa. Vemos isso nos aeroportos brasileiros, onde malas são recheadas de cocaína sem que os próprios donos o saibam. Portanto, temos de ter cuidado com as acusações para não sermos injustos com pessoas inocentes”, escreve um internauta.

“São quatro vidas esperando por este momento. Vidas que se multiplicam quando lembramos que eles não estão sozinhos, mas com toda a família, amigos, os novos amigos cabo-verdianos e todos os mais comprometidos com a justiça, com a verdade. Este apoio está espalhado pelo mundo porque recebemos mensagens, amigos e novos amigos que acompanham este desfecho”, escreve outro.

As mensagens de apoio são principalmente oriundas do Brasil e os escreventes dizem-se “confiantes e, portanto, toda a esperança para conseguirmos levar os nossos para casa, porque acreditamos plenamente na absolvição. Não poderá ser diferente, uma vez que não foram apresentadas provas ou evidências que comprovassem que os velejadores são culpados”.

Ontem na igreja de Nossa Senhora da Luz  as mensagens nas redes sociais deram lugar as preces e um cântico  pedindo para os velejadores voltarem para a sua família

  1. Francisco Rocha

    Interessante.
    Apoiantes de suspeitos narcos e religiosos de mãos dadas a cantar, para tentar influenciar a justiça. Também para isso serve a igreja em Cabo Verde, além de querer mandar nos tempos livres de cada um? (Veja-se o que está a acontecer no Paúl, em que católicos querem proibir os cidadãos de se divertirem na semana santa).
    Ficamos todos apavorados com o fundamentalismo islâmico, mas não damos atenção à germinação do fundamentalismo bíblico trazido pelos brasileiros, entre outros.
    Este “Estado de Direito Democrático” está a ficar uma anedota.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.