Andebol: Selecção Cabo-verdiana de Sub-17 apura-se para as meias-finais mas é desqualificada do Challenge Trophy

29/03/2018 01:30 - Modificado em 29/03/2018 01:30
| Comentários fechados em Andebol: Selecção Cabo-verdiana de Sub-17 apura-se para as meias-finais mas é desqualificada do Challenge Trophy

A Selecção Nacional Cabo-verdiana de Andebol Sub-17 conseguiu a passagem para as meias-finais do Challenge Trophy, mas foi desqualificada do torneio que está a decorrer na Mauritânia desde o dia 23 deste mês e tem final agendada para o dia 30 de Março.

Os Sub-17 de Cabo Verde conseguiram alcançar as meias-finais da prova que decorre na Mauritânia, um feito histórico pois nunca a Selecção Nacional de Sub-17 tinha participado numa competição internacional, mas o impensável aconteceu, pois a selecção foi desqualificada da prova por, supostamente, ter feito mal a inscrição dos seus atletas.

Na sua página do Facebook, a Federação Cabo-Verdiana já reagiu ao ocorrido, onde explica em detalhes os factos, assegurando que a organização da competição pediu à FCA uma lista provisória dos atletas, já há muito tempo, pelo que, respeitando o modelo pedido, a lista foi enviada atempadamente. A FCA enaltece que após a selecção ter conseguir o feito de se apurar para as meias-finais, foi notificada que os jogadores inscritos na lista provisória não poderiam jogar, sendo assim desqualificados da competição.

O maior espanto neste imbróglio é que a Selecção Nacional de Sub-17 vai ser substituída nas meias-finais pela selecção da Mauritânia que, como aponta a FCA, amealhou três derrotas em três jogos. A mesma sustenta que a organização da competição e todos sabem que numa lista provisória pode-se proceder à alteração de jogadores, alegando que desde a apresentação da lista provisória, muitos jogadores podem-se lesionar, outros que militam em equipas portuguesas não foram dispensados e outros deixam de ser opções válidas para o seleccionador.

“Esta é mais uma vergonha no desporto do nosso continente que, infelizmente, não está para melhorar nos próximos dias. A Selecção de Sub-17 estava com uma excelente prestação e com boas hipóteses de se apurar para a final da prova”, lê-se na publicação da FCA que envia votos de força para todo o Arquipélago, concluindo que as injustiças só são combatidas por Deus.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.