Governo vai investir 9 milhões de euros em equipamentos médico-hospitalares

27/03/2018 06:53 - Modificado em 27/03/2018 06:53
| Comentários fechados em Governo vai investir 9 milhões de euros em equipamentos médico-hospitalares

O ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário afirmou hoje no Parlamento, que o Governo vai investir durante este ano 9 milhões de euros, (cerca de 992 mil contos) na aquisição de equipamentos médico-hospitalares.

O governante passou esta informação durante a sessão de perguntas ao Governo, hoje no Parlamento, ao ser questionado pelos deputados sobre falta de equipamentos hospitalares, aquisição e reforço de equipas de médicos.

Arlindo do Rosário garantiu que para aquisição dos equipamentos médico-hospitalares, o Governo vai ter o apoio da Bélgica através de um financiamento que será assinado já em Abril, durante a visita que o ministro dos Negócios Estrangeiros belga efetuara a Cabo Verde.

Segundo explicou o ministro da Saúde e da Segurança Social, os equipamentos médico-hospitalares estão orçados em 9 milhões de euros (cerca de 992 mil contos) e incluem raio X, imagiologia de laboratório, de fisioterapia e de saúde oral e serão alocados em todas as estruturas, centros de saúde e hospitais regionais do país.

Por outro lado, assegurou que o processo de recrutamento de 100 novos enfermeiros está na fase de conclusão e serão distribuídos em todos os concelhos onde houver necessidade.

O ministro revelou que para este ano estão previstos ainda a colocação de um médico na Ribeira Grande de Santiago e na ilha da Boa Vista, e que estão ainda a trabalhar no sentido de se doptar o centro de saúde da Boa Vista com um pequeno bloco operatório.

“Está previsto para o mês de Abril a apresentação do plano estratégico do programa de luta contra as doenças oncológicas, mas neste momento temos vindo a trabalhar através do projecto de tiragem e despistagem de casos de cancro de colo do útero que está implementado em todos os concelhos”, explicou, indicando que a prioridade do ministério “é apostar na prevenção e no diagnóstico precoce”.

Durante o período da ordem do dia, esteve em debate ainda a questão do desporto de alto rendimento e da implementação do plano nacional de cuidados.

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.