Annieth Graça representa Cabo Verde no concurso internacional “Africa Beauty Queen”

27/03/2018 06:35 - Modificado em 27/03/2018 06:35
| Comentários fechados em Annieth Graça representa Cabo Verde no concurso internacional “Africa Beauty Queen”

Após muitas dificuldades para conseguir viajar para Lagos, Nigéria, a modelo mindelense Annieth Graça entrou no concurso com o firme propósito de representar o arquipélago nesta que é a primeira participação de Cabo Verde neste evento.

Modelo da empresa Flash SP no Mindelo, irá concorrer no dia 30 de Março num dos maiores concursos a nível de África. O evento será realizado em Lagos, Nigéria.

Para ganhar este título e elevar o nome de Cabo Verde a nível internacional, esta modelo de 20 anos precisa do seu voto na página do Instagram, onde diariamente são-lhe reservados diversos desafios.

Num dos desafios efectuados até agora, o desafio “Beach Body Contest”, a modelo já venceu o seu primeiro prémio. Sílvia Pires da Flash SP, agência que representa Graça, apesar de todos os desafios encontrados para chegar até aqui, acredita que Cabo Verde se encontra bem representado e que o arquipélago prova cada vez mais que tem talentos e potencial em diversas áreas.

O objectivo, conforme explica, “é alcançar o melhor resultado possível para brilhar e levar o nome de Cabo Verde ao lugar mais alto do pódio. Espero que todos possam apreciar e sentir orgulho na minha participação no concurso”, afirma a modelo.

Para além da beleza, as modelos desenvolveram e apresentaram os próprios projectos sociais de onde sairá o maior projecto. Associação dos Voluntários Africanos (ADVA), é o nome do projecto da modelo cabo-verdiana, devido ao lema do concurso deste ano, que é a defesa e promoção da paz e união dos povos africanos, cuidando dos mais desfavorecidos.

“A criação de uma associação que pretende ter voluntários de diversas áreas, desde médicos, advogados, especialistas nas diferentes áreas, entre outros, que gostam de ajudar de forma a poder apoiar o maior número de pessoas e também trabalhar com as famílias, para que todos possam ajudar”, declara Sílvia Pires que avança ainda que, independentemente de vencer ou não o concurso, o projecto pelos seus objectivos que propõe é para seguir em frente e pretende contar com a ajuda do povo e do Governo.

Disputado por concorrentes de vários países, a “Africa Beauty Queen” visa identificar uma rainha de beleza que promova a paz e a igualdade entre os povos africanos através de várias iniciativas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.