Zé Luís sem “papas” na língua atira-se à FCF

27/03/2018 06:32 - Modificado em 27/03/2018 06:32

O avançado internacional cabo-verdiano que representa o Spartak de Moscovo da Rússia “arrasa” a FCF por falta de jogos amigáveis da Selecção Nacional, nesta pausa dos Campeonatos Nacionais para o cumprimento da data FIFA.

O goleador cabo-verdiano recorreu à sua página do Facebook onde crítica de maneira forte e firme, a entidade maior que gere o futebol cabo-verdiano, a FCF, pelo facto da não realização de jogos de carácter amigável, numa data FIFA.

“Quando não vais à selecção por causa de lesão, és julgado, és maltratado, falam mal de ti e tudo… a exigência para com os jogadores está no máximo, culpam, enquanto que não se consegue organizar nem uma amigável. Entretanto, vêem-se por aí equipas africanas teoricamente mais fracas e com menos condições que nós, fazendo esforços”, atira o avançado natural do Fogo na sua publicação do Facebook, citado pelo site desportivo Criolsports.

“Opinem o que quiserem ou entendam da forma que quiserem, mas cansei de ficar calado… sei que vou ser julgado outra vez por dizer isso, mas a minha intenção é só querer ver o nosso país subir e a nossa selecção crescer”, conclui na sua publicação.

Numa fase em que tudo aponta para o regresso do Treinador Rui Águas de novo ao leme da Selecção Nacional, facto ainda não confirmado pela FCF e pelo próprio, a Selecção Nacional perde, assim, mais uma data FIFA para jogos de preparação. De realçar que a data FIFA foi estipulada para os dias 26 e 27 de Março e os ‘Tubarões Azuis’ ficam, mais uma vez, sem competir, sendo que o próximo jogo oficial está agendado apenas para o dia 07 de Setembro, quando defrontar, para a segunda jornada do grupo L de apuramento para o CAN 2019, o Lesoto fora de portas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.