Parlamento: PAICV levanta questão dos desaparecimentos

26/03/2018 12:59 - Modificado em 26/03/2018 12:59
| Comentários fechados em Parlamento: PAICV levanta questão dos desaparecimentos

Os deputados nacionais voltaram aos trabalhos para a Sessão Plenária do mês de Março, e o primeiro dia fica marcada com declarações políticas das bancadas, e interpelação ao governo na área da saúde e do desporto.

A primeira declaração política foi da bancada do PAICV sobre a questão dos desaparecimentos ocorridos em cabo Verde. A deputada do PAICV Ana Paula Moeda, abordando a questão dos desaparecimentos levantou a questão da proteção das crianças, abordou a necessidade de “cuidar dos nossos rebentos”, para que estes deem fruto. E para alcançar este desígnio abordou a necessidade de melhores politicas públicas no sector social na segurança. Ao mesmo tempo que pediu reforço das leis e a sua pratica, com “a missão de tornar possível o sonho” das pessoas. E numa mensagem as famílias de esperança para que as famílias das crianças desaparecidas que estas podem aparecer.

Do lado da bancada do MpD a questão é motivo de inquietação de todos. “É algo novo que preocupa, mas que devemos ter esperança”. A questão dos desparecimentos ainda é analisada pela bancada, levanta a questão da videovigilância que poderia providenciar pistas, no que concerne ao processo ao mesmo tempo que pode ser reforçada a segurança com o sistema.

Uma questão que o PAICV pede que não seja politizada, como defendeu, o que acontece com outros temas da atualidade. E fala de uma tentativa de silenciar todas as situações sensíveis e delicados que a bancada tem levantado no parlamento.

A UCID também juntou a sua voz ao tema manifestando que a questão da segurança é de extrema importância para alcançar a estabilidade social. E as instituições responsáveis pede trabalho no sentido que situações do gênero não voltam a acontecer.

Carlos Monteiro do MpD demostra confiança nas autoridades, nesta situação “ que preocupa a todos”. E pede serenidade. Neste capítulo fala de casos de pessoas que foram dadas como desparecidas, mas que não era o caso. “Deixemos as autoridades trabalharem”.

Ainda foram abordadas as situações de Santiago Norte. E deputados tiveram a oportunidade de questionarem o Ministro da Saúde e da Segurança Social, Ministro do Estado, dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros e Ministro do Desporto e ainda a Ministra da Educação e Ministra da Família e Inclusão Social, nesta primeira parte dos trabalhos.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.