Nasce no Mindelo “DJEU DE MERCA” para  aproximar São Vicente dos EUA

23/03/2018 07:03 - Modificado em 23/03/2018 07:06
| Comentários fechados em Nasce no Mindelo “DJEU DE MERCA” para  aproximar São Vicente dos EUA

dav

Inaugurado nesta quinta-feira na ALAIM o espaço “DJEU DE MERCA”, um projecto da iniciativa do activista social Alveno Soares, com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos em Cabo Verde.

De acordo com o coordenador do projecto, Alveno Soares, o projecto irá funcionar a título piloto mas está certo que, com a ajuda de todos os envolvidos e dos que futuramente irão fazer parte do projecto, será algo que irá continuar ao longo dos anos.

Acrescenta, no entanto, que este não é apenas mais um projecto, mas sim uma forma de adicionar coisas e não subtrair, ou seja, aproveitar o que já existe e complementar. “Tem a ver com conectar coisas, inovar o que já existe, dar oportunidades, abrir portas e esta é uma oportunidade para que alguns sonhos possam ser realizados. Será um espaço que irá abarcar quase tudo, desde a cultura, à arte, ao fomento e promoção da língua inglesa”, explica este jovem mindelense que pretende trazer os EUA para mais perto de São Vicente, de modo a não ser considerado como uma questão bairrista, mas de oportunidades, oportunidades para Barlavento.

A escolha da Academia de Artes Integradas do Mindelo serve a este propósito que é onde irá funcionar o espaço físico, por ser exactamente, como refere o nome, um local de integração. “Um pequeno espaço que irá funcionar três vezes por semana, mas o objectivo maior do “Djêu de Merca” é procurar actividades que acontecem noutros sítios, cinema, música, cultura, ou seja, tudo o que consideram “impulsionar e acrescentar” um pouco mais.

Por seu lado, a representante da Embaixada dos EUA no país afirma que este projecto irá funcionar também não só como uma forma de estender aos jovens oportunidades para os EUA através de informações, bem como apoiar em oportunidades de estudos nos Estados Unidos.

Um projecto que funciona fisicamente na ALAIM, mas que ao longo de oito meses vai desenvolver diversas oportunidades, destaca o coordenador do projecto que realça o objectivo do projecto que é o de fomentar e promover o inglês como língua e tentar formações e capacitações em língua inglesa com jovens e adultos, ou seja, criar uma interacção entre os dois países.

A escolha da ALAIM como primeiro espaço para a implementação deste projecto deve-se ao facto de demonstrar que há a necessidade desta aproximação por parte da embaixada na ilha de São Vicente.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.