Rússia: Fotógrafos apanharam russos a votar duas vezes

22/03/2018 07:31 - Modificado em 22/03/2018 07:31
| Comentários fechados em Rússia: Fotógrafos apanharam russos a votar duas vezes

A Reuters divulgou várias fotografias, captadas durante o dia de eleições presidenciais russas, que Putin venceu por 76,67%, que sugerem que houve mais de uma dezena de pessoas a ir às urnas mais do que uma vez. Terão os eleitores levado demasiado a sério os apelos a voto ou, como alegou uma responsável, tratar-se-á de de um insólito caso de múltiplos gémeos?

Repórteres da agência de notícias fotografaram pelo menos 17 pessoas a repetirem alegadamente o ato eleitoral, no domingo, em diferentes secções de voto da cidade de Ust-Dzheguta, no sul da Rússia. Resultados oficiais divulgados na segunda-feira revelam, precisamente, que a participação dos eleitores de Ust-Djeguta foi de mais de 81% (15% superior à média nacional) e que, nas três assembleias de voto da cidade, Putin conseguiu o resultado esmagador de 89.86%.

A agência refere que “muitas destas pessoas pareciam ser funcionários públicos”, tendo alguns chegado às secções de voto em grupo e em pequenos autocarros identificados com o nome do serviço público que assegurou o transporte. Ludmila Sklyarevskaya encontrava-se entre um grupo de oito mulheres e um homem que chegou à secção de voto n.º 215, vinte minutos depois de ter estado na secção n.º 216. Questionada por um jornalista da Reuters, a cidadã russa negou que houvesse algum incumprimento, alegando ter votado apenas uma vez, na secção n.º 217, e atirou contra a agência de notícias. “Quem o mandou para esta investigação? Não tem o direito de se envolver no sistema eleitoral”, terá dito.

Confrontada com as imagens, Leila Koichuyeva, da Comissão Nacional de Eleições, levantou uma hipótese: “Podem ser gémeos”. Um cenário quase tão improvável como a tese colocada pela delegada de mesa de voto Zukhra Chomaeva: “Podem ser pessoas iguais”.

As imagens da Reuters foram divulgadas esta quarta-feira, três dias depois de Vladimir Putin ter sido reeleito para o quarto mandato, por uma margem esmagadora, com mais de 70% dos votos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.